Saúde e Nutrição Arroz e Feijão

5 de março de 2014

Olá meninas, como vocês estão?! Espero que bem!!!!!!

Eu sou a Nat Nutri da Nat Vozza e correspondente aqui do Glam.nativozza-arrozefeijao-arrozintegralNo nosso último post, eu falei sobre o Feijão Azuki e recebi muitos e-mails que me preocuparam, por isso resolvi escrever, esse, falando da importância e necessidade do consumo do ARROZ (preferencialmente integral, claro!) e FEIJÃO.

Algumas pessoas colocam que não consumiam a dupla brasileira, pois estavam de dieta e/ou apresentavam receio de consumir e ganhar peso. Pessoal, já está mais do que provado que o consumo de Arroz com Feijão não só não engorda, como se consumido com moderação pode favorecer a perda de peso.

Uma pesquisa realizada no Rio de Janeiro, e recentemente publicada no The American Journal of Clinical Nutrition, mostrou que as pessoas que consomem Arroz e feijão conseguiram uma redução significativa de peso. O estudo analisou 203 mulheres no Rio de Janeiro ao longo de 18 meses e verificou que, nos primeiros três meses, o grupo que adotou uma dieta com baixo índice glicêmico – arroz e feijão incluídos – conseguiu até mesmo eliminar mais peso do que o restante da turma, que recorreu a outras dietas de redução calórica.

Diferentemente do que algumas de vocês pensavam, amigas, eles juntos promovem saciedade e por um longo período (EXCELENTE, não?!). Quando adotamos essa dupla brasileira, ficamos mais satisfeitos e ingerimos menos alimentos nas refeições e ao longo do dia. Isso por duas razões: a dupla é rica em fibras e é capaz de liberar mais lentamente glicose no sangue, afastando a fome por mais tempo e evitando a produção excessiva de insulina, hormônio que favorece o estoque de gorduras e o aparecimento de doenças, como a diabetes.

Nossos brasileirinhos, também, apresentam boas quantidades de CÁLCIO E PROTEÍNAS, como já havia comentado no post anterior, importante para acelerar o metabolismo e diminuir ainda mais nossa fome.

Meninas, essa DUPLA é mesmo PERFEITA, pois o arroz é pobre em lisina (aminoácido que contribui para o crescimento de crianças e adolescentes e para a restauração de tecidos corporais), mas, por sua vez, sobra no feijão. Já a metionina (aminoácido importante para ajudar a processar gorduras e preservar a função do fígado) não é encontrado em abundância no feijão, porém é farto no arroz.  Conclusão: o que falta em um o outro é rico e vice e versa. Perfeito!!!!!!!

DICA DA NUTRI: A porção ideal para tirarmos total proveito desta dupla, é DUAS porções de Arroz para UMA porção de feijão. Procure variar, também, as leguminosas, como: feijão azuki, preto, branco, de corda, lentilha, grão de bico e ervilha e o arroz por integral: curto ou cateto, selvagem, vermelho, negro ou preto e o parbolizado.

Vele lembrar que estamos falando de feijão e não feijoada, pois essa, sim, favorece o ganho de peso e apresenta grande quantidade de sal e gordura ruim a nossa saúde. Para quem gosta de uma “feijoada” de vez em quando, recomendo substituir as carnes de porco por outras menos calóricas, como as carnes brancas e acrescentar legumes e verduras a preparação.

Dúvidas e perguntas me enviem aqui no Glam ou por e-mail ([email protected]).

Beijo grande a todas

Nat Nutri

Compartilhe:

12 comentários

Deixe uma resposta

  1. Em tempos de nutricionistas loucas (os), incentivando dietas restritivas e da moda, é um alívio ver que para algumas persiste o bom senso. Ainda mais neste meio de comunicação que atinge todas as faixas etárias, mas principalmente as jovens! Pensei que o mundo fosse acabar em tapioca e batata doce! Parabéns Nat Nutri! Viva o arroz e feijão!

    1. Obrigada, Bruna!
      😉
      Bjs

  2. Parabéns por abordarem esse tema! Atualmente só se fala em alimentos fit, dietas detox, sem lactose e por aí vai. Vamos colocar de volta à mesa alimentos que realmente fazem bem e pensar menos em dietas da moda.

    1. Van,
      Vc esta certíssima….!
      Devemos dar valor a antigos hábitos que estão sendo esquecidos.

      Bjs

  3. Oi, Nat! Muito legal este post. Minha dúvida é se podemos consumir apenas o caldo do feijão, que é o que eu faço. Sinto que fico com gases ao consumir os caroços. Bjs

    1. Oi Gi,
      Claro que pode, em alguns casos pode resolver muitooooooooo o desconforto.
      Bjs

  4. Nat, eu gostaria de saber o que é melhor: consumir integrais ou consumir sem glúten?

    Por exemplo o paõ, é preferível que consumir o pão integral ou procurar um pão sem glúten?
    Obrigada, beiijos!

    1. Luana,

      Alimentos sem glúten não devem ser orientados para todos em geral, e sim para indivíduos que apresentem alguma alergia ou intolerância a ele e claro, sempre, com orientação de um profissional nutricionista. A restrição ao glúten, infelizmente, se tornou mais uma dieta da moda e isso não pode acontecer!

      Bjs

  5. Post ótimo!! Adorei! =)

  6. Nat. vc pode passar uma receitinha de feijoada menos gordurosa, pois minha filha ama o duro que não tenho muitas opções a não ser colocar só a linguiça paio. Será que ferver antes de colocar junto a preparação fica menos gordurosa.

    1. Luciana,

      O fato de ferver para eliminar a gordura, não garante sua retirada por completo. Oriento que substitua por carnes mais magras, como: lombo, carne de vaca magra ou de frango e legumes.

      Bjs

      Nat

  7. Adoro post sobre comida

    >>>>>>>> Mulherada, venham conhecer a loja mais descolada de T-Shirts: http://www.PISAICO.com.br <<<<<<<