DIÁRIO DE UMA MAMÃE: VIAGEM, BATIZADO, FESTA DE 1 ANO

9 de outubro de 2015

Voltei de viagem, nem sei como começar a contar como foi…

Sofri muito algumas semanas antes, mas fui tentando me preparar psicologicamente. Ia sempre repetindo para mim mesma, como uma espécie de mantra, que “estou” indo por ele. Trabalho por ele. Claro que gosto do que faço. Faço parte de uma pequena fatia da população que consegue trabalhar com o que ama. Sei disso e sou muito grata. Mas eu me mantenho, preciso trabalhar. Ponto. Sofri de ansiedade dias antes da viagem. Pensei em cancelar. O dia da viagem chegou, e eu não cancelei. Fiquei orgulhosa que consegui passar por cima do meu, vamos chamar assim, “pânico”. Sou um pouco dramática, mas também sou realista, por isso digo que horas penso que sofro de um mini pânico, mas isso é assunto para outro diário, ou então um divã e um profissional. Quem sabe?

diario-festa-de-um-ano

Seja objetiva, Natália!

Bom, viagem chegou. Eu fui. Chorei no taxi. Chorei não, urrei no taxi. Fiz SNAP roxa de chorar, desabafei, liguei pro marido, chorei mais um pouco, mas fui. Cheguei no aeroporto morta de vergonha, mas logo começamos a conversar, eu fui abstraíndo e ocupando a minha cabeça, e logo consegui relaxar. Não sou muito a favor de remédios, sou dessas que pensa que preciso aprender a lidar com minhas frustações, e não colocá-las debaixo do tapete. Nada contra, só eu sei como tem gente que precisa deles para viver (sei disso mais de perto do que vocês podem imaginar), mas talvez por acompanhar tão de perto, sinto que convivo bem comigo dessa forma. Evoluindo e aprendendo com meus limites e frustrações.

A viagem rolou muito bem, consegui abstrair muito legal, “falei” com ele por facetime, mandei vídeos, recebi fotos e vídeos dele, e fui matando um pouco a saudades dessa forma. Não digo que fico 100% bem, mas consigo viver rs.

Na viagem passada, deixei ele em casa e pedi que minha mãe viesse ficar com ele. Ele era menor e eu não queria que ele sentisse a mudança de ambiente e a ausência da mãe, ao mesmo tempo. Mas dessa vez, como ficou também com o pai, ele ficou 2 dias em casa com Pai e babá, e o restante dos dias na fazenda, com minha sogra. Ele já está maiorzinho e fica muito bem na fazenda. Meus sobrinhos estão por lá, e ele ama essas crianças. A medida que ia recebendo os vídeos dele, ia ficando mais e mais tranquila, por ver o quanto ele estava feliz e bem cuidado.

Engraçado como passamos a valorizar mais quem cuida e se importa com nossos filhos, já pararam para pensar nisso? Vira e mexe recebo mensagens de algumas pessoas que nem falo sempre, perguntando sobre Bernardo, querendo saber, e eu valorizo tanto isso. Da mesma forma que acabo me distanciando de pessoas que antes eram próximas, mas parecem não se importar tanto, sabem como? Entendo que muitas vezes é a correria, ou então a diferença de fases da vida. Mas sei lá, pego bode heheehe.

Mês passado resolvi fazer correr com o Batizado do Bernardo.

Percebi só agora que no final do ano ele faz 1 ano! Meu Deus, como pode passar tão rápido? Decidi batizar em Campinas, para ter a família perto, poder fazer uma festinha pequena na casa do meu pai, que é super gostosa para receber, e também porque os pais do Antonio estão morando na fazenda, que é mais próxima de Campinas do que de São Paulo. Resumindo, fica mais fácil para todo mundo. Menos pra mim, que to correndo atrás de tudo, festa, documentos, preparação e curso da igreja, à distância. Mas ok. Giovanna, minha irmã e madrinha, está mega, digo MEGA, com capslock mesmo, ajudando. Já devia ter feito antes, mas vamos deixando passar e quando percebemos… 1 ANO!

Também percebi que não quero fazer festa de 1 ano para o Bernardo, mas minha família acha que devo fazer. Muito porque não é todo mundo que o conhece ainda, devido a distância, a correria de vida. Eles pensam que a festa de 1 ano é muito mais uma celebração e apresentação do filho aos não tão próximos, do que festa infantil. Mas eu confesso que seria mais uma coisa para eu me preocupar, e já estou sobrecarregada demais rsrsrs. Da mesma forma que ainda não fiz fotos com ele, meu Deus, devo ser uma péssima mãe!!!!!!!! Mas todo segundo que tenho livre, uso para ficar com ele e curtir, não quero ir para um estúdio e fotografar. Já faço isso demais, sabem? A Vivi Guimarães, fotógrafa que fez minhas fotos de grávida, me chama semanalmente no Whats para marcarmos. Essa semana ela jogou pesado (ehehehehe), falou: “Nati, já, já ele não terá mais carinha de bebê, e você irá se arrepender de não ter feito, pois não dá para voltar atrás”. ELA ESTÁ TÃO CERTA, TÃO CERTA, QUE MARQUEI e estou com peso na consciência até agora de ter demorado tanto.

Depois conto para vocês sobre o batizado, que será no final do mês, e também sobre as fotos que está para a mesma semana do batizado.

Ainda não decidi sobre a festinha, pois confesso que ainda não tenho cabeça para pensar sobre isso. Porém, já estamos em Outubro e o aniversário dele é em Dezembro, preciso resolver isso logo. O que vocês acham? Vale a pena? Não vale?

Mudando de assunto, prometi contar sobre os dentinhos do Bê… O segundo nasceu, ele já está com dois dentinhos embaixo, coisa mais linda desse mundo. Me derreto toda vez que ele abre o sorrisão e me mostra os dentinhos. São afiados viu, as mordidas deixam marca e quando você mal percebe, ele já mordeu seu nariz ahahahahaahah.

Bom, é isso, até semana que vem…

Muitos beijos com amor e carinho,

Nati e Bê, 9 meses, 2 dentinhos, engatinhando e já ficando em pé =)

Compartilhe:

38 comentários

Deixe uma resposta

  1. Oi, Nati! Acompanho você diariamente no Snap e amo de paixão! Você é uma pessoa leve, do bem, que traz energia positivas sempre. O Bernardo é lindo, um doce de criança e pode ter certeza que se ele é feliz assim é graças a uma família incrível! Sempre acompanhei nos seus diários as suas dúvidas como mãe e, apesar de eu não ser mamãe ainda, posso te dizer que a maior prova da sua qualidade e dedicação como mãe é o sorriso sempre presente no rosto do Bernardo.
    Grande beijo de uma leitora que acima de tudo, te admira.
    Beijos!!

  2. Nati!
    Vc não é a única! Quando saio sem a minha filha, parece que esqueci algo. Viajar então, não tive coragem! Te admiro muito, pois vc mostra ser uma mãe super dedicada! (Digo isso pois nao te conheço .. Estranho Neh!? Parece q te conheço mas não ). E eh tão bom contar com os maridos nessas horas ! O seu parece ser um paizão!
    Eh um amor que nao cabe na gente Neh?!!
    Não fiz festa de 1 ano pra minha filha, bati o martelo e falei que não ia fazer. Fiz uma pequena festa agora quando ela completou 2 anos. E batizado também demorei pra batizar , minha filha era a maior da igreja! O tempo passa voando!
    E estamos juntos nessa vida louca , mas boa de maternidade ! Bjos

  3. Nati adoro seus diários

  4. naty faz festinha pra ele sim, por mais que sua vida esteja corrida, poxa Eh pra celebrar a vida deleee, filhos são benção ????

  5. Olá Nati!!! Sabe a parte interna de zig zag do carrinho do Be? Também estou grávida e gostaria de comprar para o meu baby também. Vc se incomodaria de me dizer onde comprou? ???

  6. Faz a festinha sim!!!
    Agora pode parecer desnecessário, mas acho que vai ser super legal quando ele crescer e poder ver as fotinhas do primeiro aninho dele.
    Faz sim, Nati… =)

  7. Nati,
    Eu não sei se isso seria interessante para vc mas eu resolvi fazer o Batizado junto com a festinha de 1 ano! Vai ser agora em outubro e eu resolvi fazer assim justamente para ter apenas um trabalho e tb apenas um gasto! Será uma recepção para adultos e todos cantaremos os parabéns para a minha pequena. Eu confesso que parece que a celebração é minha, afinal faz 1 ano que a minha vida mudou completamente e que a coisa mais preciosa chegou! :) Enfim..tô feliz com a escolha pq eu nunca quis festa de 1 ano! Não curto festa de criança gigantescas (coisa minha!) mas eu e minha família precisávamos celebrar!!! Adoro dividir a maternidade com vc! Pensamos muito parecido!!!

    Beijão

  8. Nati,acho que tu es decidida,se achas que não queres fazer festa do primeiro ano,não faça.Toda mãe deve ir pelo seu coração mas,peça a opinião do seu marido e entre em um consenso.Sempre agi assim em minha casa,eu e ele”meu marido é que resolvemos tudo,mais ninguém,pois mesmo a familia dando sua opinião, a responsabilidade é dos País e só. BJOS espero ter ajudado

  9. Que fofo dois dentinhos…passou rápido!

  10. Parabéns Nati … vc está se saindo super, hiper, mega bem !
    Posso te contar um pouco sobre o meu bebê ? Também preciso desabafar … bom, pra começar ele tem 25 ANOS, é isso mesmo, 25 anos. Foi pra Florianópolis neste fim de semana jogar futebol de salão entre profissionais da área dele, ele é designer (gráfico, animação e internet). Beleza ! Sábado 18hs, ele me liga, já estranhei.Porque filho adulto não liga pra mãe, acredite. “Mãe tô indo embora hoje. Aconteceu uma coisa.” Caiu no futebol, fraturou o cotovelo em 3 ligares. Veio pra Curitiba pra fazer cirurgia. 2 placas e muitos parafusos/pinos e uns 30 pontos depois, está em casa de molho. Ela está em uma fase de transição, indo morar sozinho e ia se mudar nesta semana, vai para Montreal em novembro pra ficar 1 mês em curso, talvez tenha que adiar esta viagem. Enfim, ele também tem que abrir mão de seus planos, pois nem tudo sai como imaginamos. Filhos são assim Nati, temos que criá-los para mundo, que saibam voar e pousar em campo seguro. Muitas vezes vão se machucar (literalmente inclusive) e apenas temos que deixá-los seguros que sempre terão nosso apoio, para que não tenham medo de voar novamente. Filhos serão sempre bebês para nós, mas temos que estar prontas para deixá-los ir. Como ele mesmo diz : “Viver é arriscado mãe !!!”
    EU nunca deixei de trabalhar desde os meus 15 anos, e hoje, quando vejo mães jovens como você, eu as admiro muito. Você não abandonando seu filho, quando vai trabalhar/viajar. Hoje, ele é seu porto-seguro para o retorno, ele está aprendendo que você sempre volta, e isso vai fazer de você o porto-seguro dele. Não tema.
    Bjs
    Shirley Santos
    Curitiba – PR

  11. Nath, acho q o Bê não vai aproveitar tanto a festinha de 1 ano, mas também acho que festinhas de 1 ano são uma comemoração para os pais, tipo uma festa de gratidão por terem sido tão abençoados neste primeiro ano, por terem “sobrevivido” às dificuldades dos primeiros meses, por toda saúde do bebê e o início de uma nova fase onde ele vai deixando de ser bebezinho. Pensa que ele só vai fazer 1 aninho uma vez na vida!

  12. Nati, depois que comecei a te acompanhar pelo snap, passei a gostar mais ainda de você. Te acho super autentica e divertida e o fato de ser mãe, acaba me aproximando de você, pq eu sempre escuto algum comentário e fico querendo te dizer: “sim, é assim mesmo” ou “depois passa”, etc. No meu caso, como me separei com minha filha muito pequena, eu tive que passar logo cedo por fins de semana inteiros sem ela enquanto ela ficava com o pai. Isso me fez ficar bem mais tranquila para, quando um pouco maior, passar períodos maiores longe de mim. Hoje eu acho até interessante, pois uso esse tempo parar descansar, sair com meus amigos sem hora pra voltar, organizar as coisas em casa (pra ela bagunçar assim que chega), e tudo o mais. Sinto saudade assim que chego em casa e escuto a casa vazia, mas sei também que ela esta se divertindo e a família paterna, além de cuidar muito bem, gosta muito de conviver com ela, faz questão de vê-la, viajar com ela, etc, então todo mundo sai ganhando. Acho que o primeiro momento distante por muito tempo é o pior de todos, mas depois vai ficando mais fácil. Um beijão pra você!

  13. Oi Nati! Sou sua grande fã e te admiro muito! Acompanho você já a um tempão, se não me engano desde a época em que você noivou com o Antônio. E acredita que nunca tinha comentado nada aqui? Sempre ficava com vergonha, mas hoje tomei a coragem e pela primeira vez vou comentar. Primeiramente, parabéns! O Bernardo é lindo de mais, você é uma ótima mãe, e uma pessoa exemplar. Eu amo o Diário que você escreve aqui e não perco nenhum.
    Bom, hoje eu vim te contar também que descobri essa semana que estou grávida!! Ainda está bem no comecinho, mas agora já comecei a ler de novo os seus diários de grávida e as dicas que você deu em alguns posts. Vão ser muito úteis para a minha gestação. Então muito obrigada Nati!
    Sempre pensei também que iria fazer o enxoval de bebê nos EUA, mas com o dolar alto como está, não sei se vai valer a pena. Você sabe me dizer se ainda vale a pena? Se puder me ajudar agradeço muito, pois estou com essa dúvida cruel…
    Enfim, de qualquer forma muito obrigada sempre Nati. Mesmo você não me conhecendo, você, seu blog, (e agora tem o instagram também!), fez e faz parte da minha vida a um tempo e muitas vezes aprendo muito com você..
    Beijos!!

    1. Oi Tati,
      Primeiro, parabéns!!!!!! Muita saúde para vocês, viu. De coração.
      Sobre o enxoval, eu juro que ainda acho que valha a pena. Entra num insta que chama @viajandobaratopelomundo,sempre mostra ofertas de passagens pra Miami e Orlando. São beeeem baratos. Se vc se programar, pegar passagem barata e hotel com bom custo x benefício, ainda vale mto a pena. A diferença de preço e qualidade das roupas, é inexplicável.

  14. Oi Naty!! Que bom que ficou bem na viagem, acompanhamos seu desespero pré-viagem heheh! Sobre a festinha acho que vale a pena sim, viu! É um tempo que não volta mais e lembranças, fotos, são importantes! Vc tnha visto aquele buffet infantil em Moema (q não tinha cara de buffet) super lindo, e tem tb a casa do seu pai, que é muito linda, só nao sei se cabe tanta gente! Ai, eu adoro fazer festa, se tivesse tempo, faria pra vc e pro Be! Fazer que eu digo é correr atras das coisas, decidir, escolher, dar pitaco aahuahuahuahuahu! Tomaa que vc faça mesmo a festinha, as fotos e não deixe escapar esses momentos por conta da correria diária! bjo gde querida!

  15. Nati, parabens pelo lindo Bernardo, faca fotos em estudio, comemore o batizado, festinha de 1 ano, COMEMORE MESMO, depois voce vai ver como e gostoso lembrar, ver as fotos com ele, vale muuito…
    Gostaria de saber detalhes sobre esta viagem para a Espanha, a convite da embaixada, como assim? Como posso acessar hoteis, passeios, enfim, e para promover os locais visitados?
    Fiquem com Deus e muitos beijos!!!

  16. Nati sobre a festinha vou dar a MINHA opinião. Acho que ultimamente a maioria das comemorações perderam aquele sentido de curtir, de família e pessoas queridas e viraram mega eventos. Percebo muito no mundo das blogueiras praticamente uma disputa de quem faz a festa mais extravagante, com mais patrocínios etc. Acho que festa de criança tem que ser de criança, para criança e pessoas queridas e bem próximas. Tenho certeza que sua condição financeira suportaria qualquer tamanho e tipo de festa, mas você e a Sophia Alckmin são as mães blogueiras mais pé no chão que conheço,Torço para que você não entre nesse mundo louco de festas infantis com cara de casamento milionário hahahahahah. Desculpa a sinceridade em excesso! Sou alucinada pelo Bê, mostro todas as fotos dele pro meu noivo e ele deve achar que sou doida por curtir tanto um baby que nem é nada meu! Beijos!

    1. NUNCA!!! Fique tranquila, não faz parte da minha essência, sabe?

  17. Nati, o niver de 1 ano é mt especial para nos… é um periodo mt nostalgico, a gente fics chorona!! Acho mt importante comemorar a data, mesmo q algo bem pequeno. Vc nao vai se arrepender!!

  18. Oi Nati!
    Acompanho vc no snap e no insta… Meu pequeno tem 6 meses e estou quase decidida a não fazer festa. Apenas um bolo para pais, tios e avos. As vezes penso que algo mais intimista terá o sentido real de comemoração. Ele ainda não entende e quem comemora somos nós….
    Enfim, compartilho minha dúvida com você. As pessoas cobram festão de 1 aninho. É complicado…
    Bjos
    Cami

  19. Oi Nati! Bom, quanto a festinha é uma decisão que você tem que tomar, mas vou contar o que aconteceu aqui em casa. Eu sou a filha mais velha e meus pais decidiram fazer a festinha, mas eu nem andava, então nas filmagens estou passando de colo em colo ou sentadinha na cadeirinha, com carinha de cansada e muitas vezes chorando. Aí quando meu irmão nasceu, meus pais optaram por fazer a festinha apenas com 2 aninhos e o resultado é uma filmagem com meu irmão alegre brincando pra lá e pra cá, interagindo com as pessoas de um lado pro outro, sem precisar de ninguém ’em cima’ sabe? Na minha opinião é como você mesma disse, a festa de 1 ano é mais para os adultos mesmo, é bem provável que a criança até fique dormindo. Já quando estiver maiorzinho ele vai curtir muito!

    O comentário virou quase um post, mas espero que tenha ajudado!

    Beijos pra vc e para o Bernardo lindo!

  20. Faz festa Nathi. Eu acho … Beijos!

  21. Não deixa de fazer a festa dele! Vale a pena sim! Escolhe um horário que ele ficamais disposto! Hj em dia as crianças aproveitam muito e ficamos com as recordações desse momento único! Quando ele crescer, vc terá boas histórias e lembranças desse dia para contar! Eu não lembro da minha festa de 01 ano (claro!), mas amo escutar da minha mãe todos os detalhes e preparativos todos ilustrados por belas fotos! Bjo

  22. Eu só fico imaginando quando isso acontecer comigo. Estou grávida de 27 semanas… e já penso quando eu voltar ao trabalho…

    bjs

    http://ladycatblog1.blogspot.com/

  23. Bom, não sei se ainda dá, mas já que demorou um pouco o batizado (não vejo mal nisso) e vai fazer uma recepção grandinha, que está dando tanto trabalho quanto uma festa comum, eu faria junto o aniversario. Não sei se dá pra esperar até lá, alterar fornecedores, mas eu faria batizado e aniversário juntos pra concentrar o trabalho e as despesas. Se não der, faça algo pequeno, pelas famílias que adoram. Pra lhe poupar o trabalho, talvez num local que já faça tudo, sem frescuras e exageros tão desnecessários!! Vida longa e saude pra vcs! bjs

    1. pensei nisso também, mas não teria batizado na igreja que eu quero… tudo tão complicado… datas, igreja, fornecedores… Ai meu Deeus ehehe

  24. Que gracinha, Nati. Muito legal! Gosto de te acompanhar!
    Sobre a festinha de um ano, se me permitir, vou dar uma opinião.
    Eu moro atualmente em outro país. Aqui eles não dão essa supervalorização que nós, brasileiros, damos à festinhas. Aqui é tudo mais simples. Não por falta de dinheiro ou por não darem valor à data, mas sim porque eles entendem que, mais importante do que mostrar pra todo mundo que você pode fazer uma festa gigantesca, é realmente comemorar com o que é importante pra criança: espaço pra brincar e amigos!
    Já vi muitas mães (com crianças na faixa de 1 a 3 anos) aqui convidarem as mães do amiguinhos e familiares e irem pra um piquenique no jardim botânico. Elas abrem grandes toalhas, levam cestas de piquenique com coisinhas pra comer e beber e alguns brinquedos para os babys. Sinceramente, acho uma gracinha de ideia. Já fui em festas de crianças de 1 ano no Brasil que os coitadinhos dormiram muuuuito antes do “Parabéns”. Resumindo: as festas foram pros adultos, não pras crianças. Acho que vale a pena fazer algo simples pra não passar em branco, mas eu cairia fora de festas grandes. Faça algo simples e registre com belas fotos para você ter de recordação!

    1. acho uma graça também e vejo mto dessa forma =)))

  25. nati…isso da festa, parte de mãe para mãe…..as opiniões são mt diferentes….mas EU, na minha humilde opinião, acho que vc deve fazer sim….rs…..as vezes, algumas não fazem, por não ter condição de fazer e poder convidar todo mundo, etc….mas independente, eu acho que vale MUUUUUITO a pena…minha filha tá com 5 anos e até hoje abro o album pra ver…vc nao vai se arrepender, mesmo que seja uma correria para fazer….
    Se vc tem condição financeira, faça uma festona….com tudo que tem direito e todos que quer convidar, se não tem, faça um bolo com bexigas e os mais próximos, mas tire foto de tudo….e guarde, que é mt especial mesmo….
    Espero fazer vc mudar um “pouquinho” e resolver fazer…o Bernardo irá me agradecer………..kkkk…..pq até mesmo eles curtem a festa…a minha comeu e brincou mt…..bjos

    1. brigada, viu… beijão com carinho

  26. Oi Nati! Admiro muito sua transparência nos diários. Com certeza o Bê é cercado de muito, mas muito amor. Não sou mãe ainda, e imagino que deve ser uma dor imensa deixar seu bbzinho em casa! Mas pense na lição que vc está passando para ele…por mais que doa pra vc, lá no inconsciente da cabecinha dele, ele está enxergando uma mãe batalhadora, que tem amor ao seu trabalho e corre atrás dos seus sonhos. Apesar da distância entre vocês nesses momentos, o ganho que o Bê terá ao se lembrar disso quando adulto, vai ser incalculável. =)
    Em relação à festinha, faça!! A mais intrometida, nem filho eu tenho ainda. Rs, acredito que isso é um marco na vida de alguém…fazer 1 aninho, é sim motivo para celebrar!! =) Tantos bbzinhos batalhando no hospital para sobreviver a mais um dia, uma semana…e o Bê tão gordinho e cheio de saúde, isso é uma benção! Pense a respeito =) Mesmo que seja algo só para a família, não dá para passar em branco. Hoje eu revejo minhas fotos de criança com a minha família, e rimos demais! É muito gostoso relembrar esses momentos depois.
    Um grande beijo!

    1. Que linda, brigada de coração pelas palavras viu

  27. Oi Nati, não sou mãe mas acho que “não vale a pena” fazer festinha de 1 ano .. A criança não sabe o que está acontecendo … Acho que quando ele estiver maiorzinho será melhor. Bom, isso é o que eu penso hoje, talvez se eu for mãe eu mude de ideia.

    1. Eu fiz festinha de um ano para os mais velhos e detestei, eles sofreram muito e não curtiram nada. Da terceira fiz batizado e festa ( bolinho e pizza) em casa mesmo ela curtiu muito, não chorou nenhuma vez, estava toda serelepe só com a família em volta, muito mais tranquilo. Acho que vou fazer só a partir dos 3 anos, pela minha experiência. Muita saúde para seu bb lindo.bjs

  28. Vc é ímpar! Sou completamente apaixonada pelo Bernardo e pelo o modo como vc administra tantos sentimentos juntos …intensa!! A D O R O! Muita SAÚDE sempre pra ele, vc e Antônio. Beijos do Norte, minha QUERIDA.

  29. Natyy percebi a sua ausência no Insta, (não tenho Snap) e ontem quando vi seu post corri aqui pra ler todos os diários.
    Fico tao feliz em ver, VC É GENTE COMO A GENTE!! e isso é o maximoooo. Sou sagitariana tbem e me identifico demais na forma de pensar, você fala a realidade independente do que irão pensar, e super concordo com vc!!! tem q falar mesmo.
    ganhou mais minha admiração !!! Amo seu trabalho, você é linda e esta se tornando uma mãe incrível.
    beijos beijos beijos

  30. Olá gostei bastante da apresentação de seu site.

    gostaria de manter contato.