DIÁRIO DA MAMÃE: 03 SEMANAS

16 de janeiro de 2015

Já estamos com 3 semanas…Sim, estamos, eu e Bernardo, claro.

Ele está crescendo e se desenvolvendo dia após dia, e eu retomando minha vida, aos poucos, sem dores e muito, mas muito feliz.

nati-vozza-fralda-pampers

Continuo sem babá, me revezando com Antonio. Por sinal esses dias fiquei pensando em como deve ser triste passar por esse momento sozinha, sabe? Me refiro a solidão acompanhada, não a solidão literal. Infelizmente nem todos os pais são realmente PAIS, com letra maiúscula. Sei também que todas temos forças internas muito maiores do que imaginamos, mas é tão bom ter um “parceiro”, no qual podemos dividir o trabalho, as angústias e as alegrias dessa fase, né? Aqui a gente se reveza, ele troca fralda para me dar um tempinho, coloca para arrotar, da banho – confesso que ele é melhor do que eu nessa modalidade rs -. Somos um time, uma parceria, e tenho certeza que estar passando por tudo isso juntos só está nos fortalecendo ainda mais.

Desde o ano passado havia deixado janeiro e fevereiro como “férias” em minha agenda. Não férias do blog, já que consigo fazer posts daqui de casa, mas de eventos e viagens. Porém semana passada fiquei sabendo do evento da P&G que teria em SP, com participação da Gisele e tudo mais, e resolvi tentar dar uma passadinha. Fui a trabalho, já que sou uma das embaixadoras da P&G nesse ano de 2015 e sabia que seria importante a minha presença. Fiquei pensando por dias em como iria me ausentar de casa, já que o Bê ainda é pequenino e o máximo que consegui ficar longe foi uma ida a farmácia ou supermercado. Montei uma força-tarefa com Antonio – que desde o início me encorajou a ir ao evento e foi ainda mais confiante e otimista do que eu – e consegui fazer assim: Terça feira a tarde à tarde esperei dar o mamar e corri pro Salão. Fiz make e cabelo e voltei correndo para casa e encontrei Bernardo ainda hibernado ahaha. Esperei ele acordar, dei novamente de mamar e então coloquei a roupa e corri pro evento. Confesso que saí de casa meio triste, meio chateada, meio culpada. Fiquei por lá por mais ou menos 1 hora e meia e quando cheguei em casa encontrei um Bernardo ainda hibernado rs.

O evento foi uma delícia, eu amei encontrar pessoas que gosto e estava com saudade, amei tirar foto e conversar com a Gisele, amei me sentir EU. Estava há 3 semanas praticamente de camisola o dia todo,a tirando apenas para ir ao médico, ao supermercado, e à Campinas para visitar meus pais. O evento não prejudicou em nada meu filho e me fez muito bem, pois sempre acreditei muito na filosofia de que “mãe feliz é filho feliz”. Ainda não abri minha agenda nesses meses, mas eu amo trabalhar e amo o que faço, então se for aqui pertinho, se der para fazer esse mesmo esquema, eu vou continuar fazendo o que gosto. Fui muito elogiada e recebi muitos, mas muitos (muitos mesmo!) comentários carinhosos ontem no Insta. Fiquei até sem palavras. Dormi com o coração cheio de amor! Recebi também uns 2 comentários de pessoas dizendo que sou uma péssima mãe por deixar meu filho e ir “badalar”. Mas isso não mexeu comigo, respondi com carinho e tive muito carinho de volta de quem me entendeu e compartilha comigo da mesma filosofia.

Nunca irei me anular para provar que sou boa mãe.

Mudando de assunto, recebi muitos elogios, muitas perguntas, e como fica impossível responder todas por lá resolvi responder tudo aqui. Vamos lá?

1Você já perdeu todos os Kg da gravidez? – Não. Eu ganhei quase 11Kg durante os 9 meses e já perdi quase 7Kg. Terminei a gravidez com 60Kg e estou com 53,5Kg.

2O que você fez para o corpo voltar tão rápido? – Bom, primeiro que não acho que ele voltou, voltou rs. A foto deve ter dado uma ajudada rsrs. Mas realmente perdi mais rápido do que pensei que fosse acontecer. A primeira semana eu estava muito inchada, mais do que inchei a gravidez toda. Pensei que estava lascada. A barriga ficou muito grande e senti muita dor da cesárea também. Sem contar no quadril que estava imenso. Mas não fiquei nervosa pois sabia que tudo era questão de tempo e realmente estava mais preocupada com outras coisas. Um aliado grande é que não estou sentindo fome, como por obrigação mesmo. Estou sendo muito honesta!!!! Durante a gravidez eu virei uma draga, comi tudo que passou na minha frente. Também não fiz nenhuma massagem ainda, pois não tenho massagista que vai em casa e ainda não consegui tempo e vontade de ir até a clínica para fazer massagem. Apesar de estar precisando muito pois as celulites imensas que ganhei na gravidez ainda me pertencem. Bebo água demais, tanto durante a gravidez quando agora. Ah, uso cinta todos os dias. Sinto muita a influência da cinta no abdômen. Um dia fiquei sem ela e senti minha barriga maior, mais inchada, juro!. Pode ser coisa da cabeça, mas já que mal não faz, eu uso. Os órgãos ainda estão voltando ao lugar deles de origem hehe, então a cinta ajuda a tudo ficar no lugar. 

3Qual cinta você está usando? Usa todos os dias? – Não uso aquelas cintas convencionais, que tem ilhós, sabem? Mas sim, uma calcinha de compressão da marca Plié, comprei na Jogê. Sabem qual? Ela comprime tudo, mas não machuca. Cheguei a comprar a cinta convencional, mas não consigo de forma alguma ficar por mais de 10 minutos com ela. Essa que uso eu só tiro pra tomar banho kkkk, uso até pra dormir, mesmo. Recomendo demais!

4Você já está fazendo caminhadas? Está fazendo alguma dieta? – Não faço caminhada, não faço nada de ginástica ainda. Não fui liberada, ainda é muito cedo para isso e nem conseguiria por vários fatores como tempo, dores no corte da cesárea, disposição e vontade… Também não estou fazendo dieta nenhuma, só estou me atentando mais ao que como no dia a dia: bastante legumes – porém não os que dão gases ao bebê como Couve flor, brócolis etc -, só um carboidrato por refeição, fibras. Isso não é uma dieta, é apenas um cuidado. Mas estou comendo tudo que me falam que dá leite, coisas até bem gordas como boa de milho e tudo mais ahahah. Mas o fato de não estar comendo chocolate – dizem dar cólica ao bebê –  me ajuda muito, já que virei uma chocólatra durante a gravidez e continuaria comendo todos os dias se pudesse.

5 – O Bernardo ainda está usando roupas RN? E fralda? – Sim, eu comprei pouca roupa RN pois todos me falaram que usaria muito pouco. O pessoal da Mommys Concierge em Miami até queria que eu levasse um pouco mais, mas eu fui teimosa e não levei. O Bernardo nasceu com 3,300Kg, não é pequeno, e mesmo hoje, quase 1 mês depois, ele ainda usa NB (New Born, em inglês, correspondente ao Recém Nascido daqui). Quando você olha a roupinha de NB acha muito pequena, mas é impressionante como eles são ainda menores hehe. Bê não é um bebê muito pequeno e mesmo assim continua nelas. Sobre as fraldas, uso a Pampers RN ainda, mas já está ficando pequena. Vou mudar para a XP, que é maior que RN, mas pouca coisa. Na verdade, quando vejo que ele está com dorzinha de barriga ou cólica eu troco ele para a fralda XP, pois é mais solta e eu acho que ele fica melhor. Coisa da minha cabeça. Mas a RN ainda fica mais justinha e evita vazamentos indesejados.

Mas gente, sério, voltando ao “corpo pós gravidez”, eu fico muito lisonjeada com tantos elogios. Fiquei até com a auto estima mais elevada, obrigada mesmo. Mas não quero encorajar ninguém a pirar e fazer dietas nessa fase tão importante. O corpo precisa de seu tempo para voltar, e cada um tem o seu, né? Conheço amigas que voltaram a ser saradas em 1 mês, e também conheço amigas que demoraram 3 anos, ué. Vai de cada um, de cada metabolismo, genética. Essa fase não podemos pensar muito nisso, pois precisamos nos concentrar em outras coisas mais importantes e cada corpo irá responder de uma forma. Sem neuras, focando no bebê e curtindo esse momento tão delicioso.

Depois dessa minha primeira saída, comecei a pensar sobre como será quando eu tiver que viajar sem o Bê. Continuo com a minha filosofia, mas não pensem que acho fácil de colocar em prática. Terça-feira não foi fácil, mas me fez um bem danado. É um mix de sentimentos, algo inexplicável.

Bom, nisso eu não paguei a língua! Pois sempre pensei em ser uma mãe zelosa e amorosa, porém, não me anular para isso. Ainda estou no começo, acho que estou no caminho certo e estou muito feliz com isso. Mas estou pagando a língua com tanta coisa…

Sempre pensei em deixar meu filho no berço, sob qualquer circunstancia nunca levá-lo para meu quarto. Paguei a língua! Ele dorme à tarde e de manhã no berço dele, mas à noite ele dorme ao lado da minha cama, pois não confio ainda em deixá-lo sozinho à noite no quarto dele. Espero que aos poucos eu vá conseguindo, mas ainda acho ele muito pequenino.

Sempre pensei em não dar muito colo. Isso só pode ser coisa de quem não tem filho, mesmo, né ahahaha? Não tem como não dar colo, gente… É muito amor, só quero ele comigo. Chega a doer, né? Também sei que conforme ele for crescendo preciso me desapegar um pouco do colo, caso contrário será ruim para os dois. Essa dependência não deve ser muito boa para ambos. Mas por enquanto vou dar muito colo e deixá-lo bem seguro e com muito amor.

Sempre me perguntei porque as mães se culpavam tanto, que besteira era essa? Hoje eu entendo… Se ele tem cólica, por exemplo, eu fico pensando no que comi no dia, se a culpa seria minha. É um absurdo mesmo, mas fazer o que…

E vocês, já pagaram muito a língua? Quero saber.

Bom, eu estou escrevendo esse diário do sofá, de camisola e com o computador no colo. O Bê está deitadinho do meu lado e eu já fiz umas três pausas na escrita, mas não desisti. Estou aprendendo a ser essa nova Nati, ainda me encontrando entre tantos pensamentos e emoções. Se fico em casa, por exemplo, quero sair, mas quando saio, já quero voltar correndo. São tantas preocupações e felicidades. Estou tentando descobrir como farei para ser tudo que quero ser, pois tenho certeza que não quero deixar nenhuma Nati para trás, só quero agregar. Sei que tudo é uma questão de tempo, mas estou curtindo muito essa nova fase.

Obrigada por estarem curtindo junto comigo, já estou pensando no diário da semana que vem e sobre os famosos conselhos que sempre vem acompanhado da frase: “eu fiz nos meus filhos e eles estão aí, ó, fortes, vivinhos”

Precisa de muito jogo de cintura hein heheheeh.

Beijos,

Nati Vozza e Bê, 3 semanas.

Compartilhe:

51 comentários

Deixe uma resposta

  1. Nati, maternidade é seguir o seu coração. Não tem jeito… Se formos ouvir os conselhos de todo mundo simplesmente não vamos criar nossos filhos e sim prestar contas. Minha bebê tem 60 dias e até hoje não consigo sair com ela para ambientes fechados (shoppings, mercados, restaurantes, etc), pois sempre penso que ainda faltam vacinas importantes (meningite, por exemplo) e fico preocupada. Vamos apenas para passeios externos como parques, praças, etc ou casa dos avós. Obviamente, muita gente já me chamou de louca, neurótica, etc. Em compensação, tenho uma amiga que tem uma filha de 70 dias que com 6 dias de vida já estava na Igreja e no mercado e todo mundo chamando a mãe de louca, sem noção, etc. Não tem como agradar todo mundo, é impossível! Faça o que você acha que é certo. Cada mãe sabe o que é melhor para o seu bebê!!!

  2. Como é bom ler seus diários e a forma tão carinhosa que você divide suas experiências mais intimistas com as leitoras. Seu blog é muito interessante e gostoso de ler, você escreve muito bem com humor e sinceridade. Parabéns e muitas alegrias ao lado do seu pacotinho <3

  3. Que máximo! Super feliz pelo relato,que Deus continue te guiando,de fato vc já está LINDA!!! Pela foto não precisa perder mais nada kkkkk!
    Vc

  4. Adoro ler esse diário. Estamos com 21 dias e no mesmo barco!

  5. Você nao sabe como tem sido bom ler todos seus posts sobre a gravidez e agora que ele ta esse principe tmb… estou na metade da gestação do Pedro Henrique e to anotando tanta coisa, quase fazedno um fichario “DICAS DA NATI”…. Incrivel como pensamos parecido…. Parabéns mesmo… ele é lindo, vc tem sido uma mãezona…. Bjos a familia :)

  6. Nati, você é uma pessoa tão doce e tão calma e contando tudo assim dá pra ver o seus olhinhos brilhando pelo Bê! Tenho certeza que nós leitoras do seu blog também estamos tão apaixonadas quanto você, por ele hahaha
    Você está me motivando muito a ser mãe! Sempre pensei como você havia dito, que não daria conta…mas temos que nos permitir novos momentos na vida e tenho certeza que esse vale a pena! Deus abençoe vocês, beijos!

  7. Nati…
    Amei mais uma vez o diário…muita sinceridade e transparência.
    Que Deus ilumine sua família.
    Beijão

  8. Que post fofo!!! Desejo saúde e paz para seu lindo baby e pra você também!
    Bjoo…!

  9. Nati, estou adorando os posts ! Você está mais linda ainda depois de ser mãe ! e o Bernardo é lindo lindo, um anjinho ! Bjo

  10. Oi Nati! Parabéns pelo Blog (amo!!) e pelo bebê! Que Deus abençoe cada etapa do crescimento dele! Você pode nos indicar algum creme para passar na barriga durante a gravidez, para evitar as estrias? Obrigada! Beijos.

  11. Somente um comentário: Você é maravilhosa! Me sinto uma amiga conversando com você.

  12. Assim como voce nao acha certo as pessoas te julgarem por voce ter ido a um evento com seu filho recem nascido, eu tambem nao acho certo falar que somente cuidar do seu filho seria se anular. As pessoas tem mania de julgar o tempo todo. Se a mae quer trabalhar, julgam, se a mae nao quer, julgam tambem. Nao tem essa de ser melhor mae assim ou assado, todas somos. Acontece que tem umas que querem mesmo voltar a ativa mais cedo e outras que preferem ficar mais tempo com seus filhos. E acho que ninguem tem nada com isso. Nao justifique uma atitude sua, julgando quem faz ao contrario, pois senao voce entra na mesma onda de quem te julgou. Se um dia voce escolher largar tudo e ficar so com seu filho, voce nao estara se anulando, estara fazendo uma escolha de vida que te faz mais feliz. E se voce quiser voltar a trabalhar no minuto seguinte, tambem nao esta anulando seu lado mae, somente esta querendo ser mae e tambem profissional e ponto. As mulheres tem que parar de uma vez por todas com essas competicoes e comentarios ridiculos e esses julgamentos sem fundamento algum. As maes que ficam com seus filhos acham que sao melhores maes e as maes que trabalham acham que as maes que nao trabalham sao dondocas anuladas…Muito feio isso. Nos mulheres ja temos uma carga tao grande de responsabilidades e nosso papel no mundo e tao forte e tao essencial que nao consigo entender como em 2015 ainda possa existir esse tipo de pensamento e essa falta de uniao. Se as mulheres fossem mais AMIGAS, mais COMPANHEIRAS, mais SOLIDARIAS, o mundo seria melhor para todas nos. Seja la qual for sua escolha Nati, tenha certeza que foi a melhor que voce fez e isso nao te diminui como mae em nada…mas nao julgue a escolha dos outros, porque ai sim voce se diminui como mulher, como pessoa.
    bjs,

    1. Desculpe, mas você entendeu completamente errado o que eu quis dizer… Eu falei por MIM, não julguei ninguém. Impressionante como sempre tem alguém que te interpreta errado e julga… Veja que todos entenderam, acho que você simplesmente se ofendeu a toa. Beijos e desculpe de qualquer forma.

  13. Muito amor pelo diário da mamãe!

  14. Nati,

    te admiro. Fiquei mto emocionada com o final do seu post quando diz que está se descobrindo para que não fique nada para trás. Vc é uma pessoa mto simples e inspira as pessoas justamente por isso. Que seu pacotinho tenha cada dia mais e mais saúde. Que a vida de vcs como família seja infinitamente abençoada por Deus.

    Bjs

  15. Ownn… 3 semanas passaram e vc está uma GATANNNNN!! Isso msm, vc deve continuar sendo a Nati acrescentando a mamys que tem florescido, tudo no seu tempo, e sem fazer loucuras por causa de estética. O que vale é estar feliz juntamente com sua família.
    Parabéns!!
    Bjcas mil lindona!!!!!

  16. Nath, tão bom ler qualquer coisa que você escreve, pois você é sempre sincera e não vende nenhuma mentira – adoramos isso.
    Você já é uma ótima mãe. Deus os abençoe.

  17. Nati, vc realmente esta maravilhosa! E eu concordo e acredito na sua filosofia, acredito que vc esta certissima, por isso continue se esforcando!Parabens pela forma com que vc escreve aqui, da pra sentir o tanto que vc é verdadeira e tenta nos passar isso sempre! Muitaaa luz e boas energias pra toda a sua família! Continue sendo essa pessoa sinples e admirável! Bjs

  18. NATi VC esta linda, não parece que acabou de ter um baby, parabéns e continua a vida pos filho, diferente mais sempre adiante. Bjus ????

  19. Nati, amei!!
    Poderia fazer um diário contando como foi o final de semana na casa dos teus pais. Como foi a primeira viagem do bê, ainda pequenino!
    beijos, e muita saúde!!

  20. Por Michelle Tillmann Biz

    Oi Nati! Parabéns pelo Bernardo: ele está lindo! E parabéns pela forma como maternas ele! Eu tenho uma bebê de 9 meses (o Marco) que é o grande amor da minha vida; e acompanhando o teu blog acabo me identificando com muita coisa. Sem falar que você é muito corajosa de dividir tudo isso apesar deste universo de palpites e críticas que as mamães vivem (haja paciência!!!!)
    Nati, falando em colo e amor que dói demais… um livro que li e me ajudou muito a entender esta ligação emocional mamãe-bebê foi “Maternidade e o encontro com a própria sombra”da Laura Gutman. Se tiveres um tempinho entre mamadas, vale a pena!
    Felicidades com teu filhote!!! Bjos

  21. ADORO SEUS POSTS, NATI! ESTOU COM 35 SEMANAS E TE CONHECI ATRAVÉS DO INSTAGRAM DURANTE A GRAVIDEZ! SOU SAGITARIANA COMO VC E ME IDENTIFICO MUITO! CONTINUE ASSIM, SINCERA E REAL! AH, E CONTINUE NOS DANDO ESTAS INFOMACOES SUPER UTEIS Q VC DÁ! SUPER BEIJOS ISADORA

  22. Nati obrigada por ser tão sincera e honesta nos diários, ainda não tenho coragem de engravidar pelos mesmos motivos que tu nos contava, estou amando saber da tua experiência e feliz em te acompanhar. Parabéns pela atitude e pela linda família nova!!!! bjs

  23. Nati, feliz por tudo que escreveu. Eu estou bom o João de 2 meses, é incrível e te entendo. Também deu uma fugidia para um evento da minha marca, deu tudo certo. Mas queria saber que tamanho é sua calcinha plié, vou comprar pela internet. Super obrigada. Deus abencoe!

  24. Estou adorando seu diário de mamis! :)
    Nossa, realmente podes ficar feliz porque quando vi sua foto do evento PG fiquei surpresa como já estavas magra e linda!

  25. Nat, você está linda! Amo seus diários e os acompanho sempre. Estou com 26 semanas e os nervos a flor da pele e só falto infarta quando ouço esses “conselhos” que nunca foram pedidos e não servem pra nada além de irritar, por isso já estou ansiosa pra ler o próximo diário, porque realmente é preciso um jogo de cintura e forças do além pra não surtar. Parabéns pelo Bernardo, muita saúde pra esse pequeno lindo!

  26. Nati, linda! Achei engraçada a parte que vc põe ele pra dormir do seu lado, oeu dorme até hj com 5 anos meio… Kkkkkk.
    Nao me imagino dormindo sem a cama dele do meu lado!!!
    Ah, e vc realmente está radiante, parabéns!!
    Bjs

  27. Oi Nati! Descobri seu blog hoje, e já virei fã! Adorei o jeito como você escreve. Parabéns pelo Bê, ele é muito lindo!

  28. Oi Nati, é um prazer falar com vc, curto seu blog e principalmente seus diarios. Esse ano tb estou pensando em engravidar, entao aí vai minha pergunta: vc deixou de fazer alguma quimica no cabelo como luzes por exemplo, tenho luzes loiras e nao sei o que vou fazer quanto a esse assunto, o que vc acha?? Um beijao pra vc e muita saude para o Bê.

  29. Que lindo Nati!! É assim mesmo, vivendo e aprendendo!! Vc está certíssima de sair aos poucos para seus compromissos, afinal a vida nao para né? Desde que nao prejudique o bebê, acho super saudavel para ambos. Beijo no seu coraçao e no Bê, vcs sao lindos!

  30. Nati, já escrevi aqui há tempos, mas resolvi falar de novo…rsrs
    Adoro seu blog…vc é uma pessoa muito da paz e leva a vida de forma leve, sem mudar seus conceitos por olhares e julgamentos…me identifico muito com vc!!!
    Além de estar sendo uma mão na roda seus looks gravida já que estou com 15 semanas e estou começando a abrir o closet e dar uma aflição de nada caber…fico só observando os posts antigos pra uma ajudando básica…rsrs..saiba que vc me ajuda muito nesse quesito…rsrs
    Um grande bjo e parabéns pelo seu trabalho…desejo pra seu Be toda a felicidade que desejo pro meu Lucas…

  31. Tudo que vc falou sobre as preocupações e dúvidas é super normal, mas vc está se revelando uma mãe perfeita e maravilhosa!!Bjos!

  32. Nati pensava exatamente como vc …hj meu bb está com 4 meses e tudo se encaixou …encontrei meu “eu” e agora estou mais feliz do q nunca….essa relação entre pais e filho é divino…tb tenho um marido exemplar q me ajuda muito….tudo passa e tudo fica cada dia melhor…bjs e obrigada por dividir com a gente sua vida particular!!! Nos faz sentir humanas e q somos todas iguais !!! bjs

  33. Nati, parabéns pelo blog. Adoro ler seus posts, principalmente os diários. Você é uma pessoa iluminada e só desejo sucesso!! Bjs

  34. Caramba!!! Como gosto de ler seus diários, e tao bom ver que o que estou passando não e nada incomum… Minha filha completara um mês amanha e tb sinto as mesmas angustias e aflições, medo de errar por querer o melhor pra ela!
    Vc foi uma gravida linda e esta mais linda ainda, me inspiro nas suas fotos! Parabéns! bio

  35. Engraçado! As pessoas deixam comentários ruins no seu instagram e voce simplesmente os ignora e eu, que acompanho esse blog desde o começo, ao dar minha opinião numa postagem sua sobre política fui simplesmente bloqueada. Não acreditei, Nati, sinceramente, pois tenho a certeza de que não te ofendi e tenho para mim que uma postagem sobre política no instagram em meio as eleições tem o intuito de debater, trocar opiniões e voce, como blogueira, deveria esperar isso de uma postagem dessas. Enfim, por coincidência ou não, seu filho nasceu no mesmo dia que eu e isso me deixa muito feliz. Os capricornianos são amaveis, tem personalidades de vencedores e são muito, mas muito leais. Assim, tendo em vista que não são só os filhos que aprendem com os pais, mas que sim acontece uma permuta de aprendizado, espero que o Bê, não te ensine, mas desperte esse negócio chamado lealdade em voce, pois lealdade era o que eu tinha com o seu blog, assim como tenho com o blog fashionismo e o da camila coelho, não deixo de acompanhar MESMO, não foi a toa que senti falta das suas postagens nas atualizações do instagram, uma pena. Beijos e saúde para o Bê.

    1. Clarice,
      Entendo o que quis dizer, mas leal é uma palavra muito forte para usar, ainda mais porque não me conhece.
      Eu bloqueei pouquíssimas pessoas no meu instagram até hoje, nenhuma sem motivo, te garanto. Você pode ter falado algo que para você era apenas uma opinião, mas eu posso ter me sentido ofendida com ela, de alguma forma. As palavras tem muito poder, sabe? Ainda mais por não sabermos a intonação de voz que a pessoa está dando para a frase. Peço desculpas, mesmo sem saber ao certo o que aconteceu. Posso ter te bloqueado por engano, posso ter bloqueado por apenas ter me sentido ofendida… Tenho esse direito, mas de qualquer forma, tenho humildade de pedir desculpas, pois não sou essa pessoa que você está pensando que eu seja.
      Me fale qual o seu instagram, vou desbloquear se você ainda quiser me acompanhar.
      beijos com carinho,
      Nati

  36. Nossa Nati, me emocionei lendo o post! Mt lindo, deu pra sentir a emoção.

    Beijos

  37. Me vi tanto em vc no diário hoje, meu baby fez 8 meses, sempre me sinto culpada quando saio p trabalhar , mas vai melhorando Nati, no começo era pior, quando vc falou em viajar , só pensei que ainda não dormi uma noite sem meu princípe, mas agora no carnaval vou viajar sem ele e já estou morrendo do coração, mas acho que o casal também precisa disso sabe?Acho que mais para frente vc vai sentir… Desejo muita saudade p vcs !!
    E sim vc está mais linda, depois que foi mãe.

  38. Acho que foi você que nao entendeu nada que eu falei. Eu disse no meu comentário justamente que nao devemos julgar as maes em suas escolhas quanto a maternidade. Se eu escrevi que nao devemos julgar, como poderia estar te julgando agora? Nao faz sentido certo. Acho que você nao gostou de uma parte que falei pois acho que as vezes algumas pessoas quando vao explicar suas decisões fazem isso diminuindo um pouco a opaco que nao escolheu. Isso e ruim, mas acaba mesmo acontecendo. Se você olhar meu comentário vai ver que falei que as mas deveriam ser mais amigas e mais companheiras, ja que a vida nao e nada fácil pra gente. Todo o tempo falei isso e você acha que eu nao entendi o que? Entendo e acho sua decisão ótima pra você, assim como todas as decisões que as maes tomam para si, pois sem duvida foi o caminho melhor que elas escolheram pra sua família. Nao precisa pedir desculpas de nada pois jamais ficaria ofendida com alguma coisa, sou muito feliz com minha opaco de vida. No inicio assim como todas, fui escutando julgamentos aqui e ali e depois de escutar muitas maes (que trabalham, que nao trabalham, que tem baba, que nao tem , que fez parto normal, que nao fez, que amamentou, que nao amamentou e por ai vai…) reclamarem da mesma coisa, percebi que as pessoas gostam mesmo de julgar nao importa o que você faca. Entao faca o que te faz feliz, o que faz seu filho e sua família feliz, esse e o segredo. E quanto menos julgamos e mais apreciamos nossas escolhas, mais estaremos livres desses comentários maldosos, chega um momento em que eles nao nos afetam mais. beijos,

  39. Nati que lindo ver vc falando assim, não sou mãe mais acho um máximo esses seus diários viu.. seu príncipe é muito lindo, e quando for mãe quero ser assim como vc, acima de tudo sincera.. que Jesus abençoe sua família sempre.

  40. Estou adorando os diários. Amo a forma sincera que escreve, assumindo aquilo que muitas de nós não temos coragem de dizer.

  41. Parabéns por tanta dedicação! Esta conseguindo passar que é possível ser mãe, mulher, profissional, esposa, filha, amiga, etc.
    Eu venho tentando dominar meu medo de não ser uma boa mãe sem deixar de cumprir os demais “papéis”. Saiba que tem me encorajado…
    Estou começando a gostar dessa ideia rs
    Felicidades mil!!!

  42. Oi Nati, vc e o Bê estão lindos. É muito bom ver seus diários, te sinto tao próxima meu marido até pensa que vc é alguma amiga minha de tanto que eu falo…rsrsrs
    Eu sou gerente de uma loja no Galleria, uma vez te vi lá e me arrependo não ter te chamado, com certeza trocaríamos agradáveis palavras. Então, meu bebê nasceu 3/12..sou nova mãe como vc e paguei a lingua por dizer que jamais daria chupeta, mas na hora do desespero quando eu já fiz tudo e ainda assim ele chora eu quis dar, a minha sorte é que ele não aceita de jeito nenhum…rsrsrs…e quanto a dormir no quartinho dele eu dei esse presente pra ele quando completou um mês… Ele dorme super bem, fica tranquila pq a neura é nossa..logo vc consegue. Beijos e muita saudade pra vcs.

  43. Nati, que lindo ver que você e o Antônio estão juntos nessa pra cuidar do Bê!
    Sabe, achei ótimo você ter conseguido ir no evento da P&G!!! Eu fiz o contrário, nos 3 primeiros meses com o Theo eu fiquei só em casa e isso me fez muito mal. Sobre a culpa… é assim mesmo, eu escrevi um post desabafo sobre isso http://www.blogdacarla.com/blog/2015/1/15/a-culpa-da-me-post-desabafo Se tiver um tempinho, dá uma olhada! Beijo bem grande em você e no Bê

  44. Nati! Estou amando seu diario de mamae! Ja te sigi no ig e amo tudo que voce posta e a forma sincera e gentil que voce nos responde la!! Alias voce esta uma deusa! Espero que meu corpitcho se recupere rapido depois que meu Joao Vitor nascer! Bjos linda Deus abencoe voce!!

  45. Ola Nati! td bem? Qual o modelo da calcinha Plie que voce comprou? Tem varios modelos la na Joge…. E vc comprou o tamanho que vc sempre usou ou um tamanho maior ? EStou de 38 semanas e na minha outra gravidez tb nao consegui usar essas sintas tradicionais.

  46. Nati, tenho dias filhas, uma de 04 anos e uma de 06 meses. Só vim te dizer que colo não faz mal nenhum, de sempre que quiser, criança que se sente amada e criança segura! Leia sobre criação com apego.

  47. Nati, que lindo essa sua experiência. Seus diários são muito verdadeiros e emocionam. Parabéns pelo lindo bebê. Que ele tenha muita saúde! Felicidades no coração!

    P.S. Tive dificuldade em ler os diários porque o blog carrega de tempos em tempos e acaba não dando tempo de ler a página, aí até achar outra vez e recomeçar a ler, é o tempo de carregar outra vez. Rs. Porque será que acontece isso? É normal? Bjos

  48. Querida Nat,

    Da colo, muito colo pro seu neném! Na minha opinião (e é apenas uma opinião e sei o que mais tem é gente cheia delas quando somos mamães de 1a viagem) os nossos bebezinhos ainda não estão acostumados com o mundo aqui fora e muito menos acostumados a ficar longe da gente, ele está acostumado a escutar o seu coração, sua respiração, esses sons deixam ele tranquilo e seguro. Segue seu instinto e fica com ele no colo sempre que quiser, dorme com ele no seu quarto e desprenda-se das regras impostas, mas nunca da rotina!
    Naturalmente você e ele vão sentir menos vontade de ficar colados e não se preocupe com acostumar ele no colo, chega uma hora, quando eles aprendem a engatinhar e andar que eles não querem colo, querem explorar!

    Adoro ler seus relatos, me da saudades desse comecinho, meu bebe está com 1a9m um meninão <3 Good luck