Barriga Negativa? WTF?

15 de janeiro de 2014

Durante minhas férias recebi um email bem curioso de uma leitora e esse foi apenas o estopim para eu fazer esse post-pensata-desabafo… Mas não quero e nem tenho a pretensão que todos concordem comigo. Da mesma forma que não quero e nem tenho a intenção de criar polêmica, mas vamos lá conversar e colocar a cuca pra pensar?

O email foi assim: “Nati, tenho a mesma altura que você, sou mais nova tenho só 18 anos e sou bem magrinha assim como você.(…)Sei que vai parecer estranho o meu pedido mas é que eu gostaria de ver o formato da sua barriga. Você só tira fotos meio de lado, sentada e eu queria ver se somos realmente parecidas, pois as pessoas falam dessa tal de barriga negativa e eu não consigo ter uma, sou muito pequena e magra, tenho tudo para ter ela negativa, assim como a xxxxxx – tirei o nome pois não quero envolver terceiros –  que é uma princesa e eu sou muito fã, mas eu malho demais e como as coisas que eu vejo que são saudáveis e mesmo assim minha barriga não fica igual a dela. Como nós somos mais parecidas, queria ver a sua barriga de frente. Queria ver se você consegue ter a barriga assim como eu disse”. (Ps: encurtei, tirei algumas partes, mas é isso aí)

Bom, à princípio meio chocante, certo? Vindo de uma menina tão novinha e se preocupando realmente com algo tão pequeno… Respondi por email, batemos um papo, pedi para eu postar um trecho de seu email e cá estou para analisar tudo isso com vocês e sob o meu ponto de vista…

Antes de chegar no ponto principal disso tudo, vou contar um pouco da minha história com corpo, narcisismo, blá blá blá… Vamos lá?

Realmente essa coisa de tirar foto de biquini é algo novo pra mim, nunca fiquei muito confortável tirando foto com tão pouca roupa, mas essa coisa de instagram, de ver as pessoas fazendo e quase que infantilmente pensando “quero fazer isso também”, me deixou mais à vontade e desencanada. Tirei uma foto, gostei, postei, vi que vocês também gostaram e com isso fui tirando mais e mais e a vergonha foi passando. Claro que não paro no meu dia e penso: vou tirar uma foto de biquini, tô afim! Claro que isso não acontece. Mas se estou lá, tomando sol, na piscina/praia, penso: pode render uma foto legal.

Não tenho corpo de malhadora, nem de modelo, mas acho que é isso mesmo que é legal. Todos temos corpos diferentes, biótipos diferentes, ossaturas diferentes e padrão nenhum pode ser comparado. Essa internet é bem narcisista, eu também sou, todos somos um pouco e mente pra sí mesmo quem disser que não é ahahaah. Postando ou não no Instagram, todos hoje em dia tiram fotos no espelho, alguns tem coragem de postar, outros não, alguns são um pouco mais e outros menos, mas todos somos um pouco. O espelho de elevador está aí pra comprovar, muito antes de Instagram pensar em existir as pessoas já passam vergonha para a câmera do porteiro.

O que me preocupa de verdade é que as pessoas estão se espelhando em corpos de outras que não tem nada a ver com o seu biótipo – e dando muito importância a isso –  tipo eu me espelhar no corpo da Izabel Goulart, sendo que ela é quase 20cm mais alta do que eu. Tipo assim, eu precisaria nascer de novo para ser parecida com ela… Mas sabe de uma coisa, tá tudo bem, tá tudo certo, tô feliz assim como sou, corro atrás para ser o melhor que EU posso ser, não me espelhando em outra pessoa de forma tão desgastante. Pois deve ser no mínimo desgastante e frustrante se espelhar em algo que você não irá conseguir de forma saudável, correto?

Falando em saúde, acho maravilhoso o que esses Instas e Blogs estão fazendo pelas pessoas, eu mesma sigo vários, dou risada com alguns –[email protected], é hilária, amo. @BrunaCamposCardoso tem uma vida muito real e parecida com a maioria das pessoas normais, também amo, entre várias outras –  e muitos conseguem sim me dar um ânimo super saudável, tipo aquele dia que eu estava prestes a desmarcar a academia e assim que vi o Insta tomei coragem, coloquei a roupa, contei até 3 e fui… Fora as receitas bacanas que ajudam a deixar as dietas menos maçantes!?!? Mas também fico um pouco preocupada às vezes com o que as pessoas chamam de foco, pois eu normalmente chamo de bitolação. Acredito demais no equilíbrio em tudo na vida. Até em amor, certo? Precisamos saber as doses de cada coisa e se eu precisar parar de tomar meus vinhos aos finais de semana, parar de provar e comer comidas deliciosas e, sim, gordas, apenas para ter o melhor corpo do mundo, me desculpe pois eu me contentarei em ter um corpo OK, simples assim.

Não preciso comer mal todos os dias e não preciso beber todos os dias, da mesma forma que não preciso me encher de proteína e malhar todos os dias. Ou parar de comer coisas gostosas e beber com amigos por medo de colocar em prova o meu tal corpo perfeito.

Sei lá, devo estar pirando, pois quando começo a pensar em algo meio polêmico, minha cabeça vai em uma velocidade tão grande que às vezes nem eu acompanho ahahaahah. Aloca!

Não quero que pensem que eu estou criticando musas fitness, pois nunca foi a minha intenção, eu sigo quase todas viu, elas também me ajudam em muita coisa, mas também cabe a nós dosar, não bitolar, não nos espelhar em pessoas impossíveis para nós.

Para essa minha leitora eu respondi com todo amor e carinho: Linda, se preocupe em ser o melhor que VOCÊ pode ser. Se preocupe com a sua auto-estima, corra atrás do que você quer alcançar, se movimente sim para chegar onde quer, mas tudo em excesso faz mal. Se olhe no espelho, se goste, e não se compare com ninguém, cada um tem um biótipo, da mesma forma que cada um carrega uma bagagem nessa vida. Simples assim…

Tem uma frase maravilhosa que postei no Insta: “Se quiséssemos apenas ser felizes, seria fácil. Mas queremos ser mais felizes do que os outros, o que quase sempre é difícil, já que pensamos que eles são mais felizes do que realmente são”

É isso aí… Tem frase mais perfeita do que essa?

Hoje em dia recebo milhares de emails me pedindo a receita de ter afinado as pernas, pois se vocês voltarem alguns meses aqui no blog verão que eu já passei por uma mutação de corpo nesses 5 anos de blog. Já expliquei antes, mas vou dar uma resumida já que estamos nesse assunto e em todos os meus posts recebo pelo menos 1 comentário assim: “Passa a receita da perna fina”…

Eu sempre fui a Olivia Palito da escola, eu tinha amigas bundudas e pernudas e eu simplesmente chorava e brigava com meus pais porque eles não me levavam no médico para engordar. Eu sempre fui magrela, com pernas magras demais, porém acho que por constituição de corpo mesmo, sempre foram meio torneadas. Usava calça de lycra por baixo de calça jeans, pois isso deixava a calça jeans tamanho 32 da Costume mais justa, e eu me achava mais gostosona dessa forma. Quando eu tirava a roupa, minha pele tinha uma marca absurda quase de gangrena de tanto que a legging havia apertado meu corpo por horas e horas por baixo de uma calça jeans. Trágico se não fosse cômico, ou vice-versa.

Essa magreza toda durou até tipo 23 anos quando resolvi usar um anticoncepcional subcutâneo que meu médico no início se recusou em colocar em mim, já que ele andava causando muitos efeitos colaterais – como ele disse -, tal qual ganho de peso, celulites, etc. Mas teimosa como uma boa sagitariana, bati o pé e coloquei. No primeiro ano não vi um ganho de peso, no segundo comecei a notar mas aí não liguei mais ao anticoncepcional e achei que fosse apenas comida, já que como sempre fui muito magra nunca precisei aprender a comer bem e saudável, era fast-food na veia. Até que eu, que nunca tinha chegado aos 50Kg, cheguei na marca dos 58kg. Para algumas leitoras 58Kg é tipo magrela, mas para mim que sou petit das petit com ossatura super miúda, isso foi sim uma perna beeeem grossa e um silhueta não muito enxuta.

Quando finalmente tirei o anticoncepcional e aliei a uma reeducação alimentar – comer de 3 em 3 horas, comidas mais saudáveis, menos refrigerante etc – e academia, vi esses 9kg irem embora… Não perdi de uma hora pra outra, foram meses e mais meses.

Expliquei tudo isso para as pessoas entenderem que eu não fiz milagre para ganhar uma perna mais fina, ela é do meu biótipo, eu não fiquei sem comer, eu não malhei 7 dias por semana, não fiz massagens milagrosas, não ia a academia 2 vezes ao dia. Claro que como em todo começo de perda de peso eu tive que me segurar um pouco – mas não radicalmente, se não eu iria ficar magra, porém deprê -. Equilíbrio gente, equilíbrio!

Há tantas coisas para curtirmos, tantas coisas para serem vividas, nem consigo dizer como acho isso uma besteira sem fim… Mas enfim…

Eu sou meio prolixa, eu sei, mas todo esse texto foi para chegar a uma simples resolução: Seja o melhor que VOCÊ pode ser, sem comparações, sem encanações, sem bitolação, sem culpa, sem exigir demais de você mesma. A vida precisa ser vivida da melhor e mais leve maneira possível. Nada em excesso faz bem e por favor, isso é algo tão, mas tão pequeno…

Vamos cuidar também de outras partes do nosso corpo…

glam4you-nativozza-blog-99signature-look-wedding-diario-diary-26

{Essa é a foto que eu tirei, assim na hora e no meio das minhas férias, para a leitora. Tirei até no banheiro da casa de praia ahahaha, beeeem “BBB”}

Compartilhe:

159 comentários

Deixe uma resposta

  1. Tb penso como vc Nati. As pessoas tem que entender que cada um tem um corpo diferente, uma barriga diferente, uma mente diferente, gente, nós somos diferentes uns dos outros, será que ninguém percebeu isso ainda? rs Eu acho a barriga da Gabi Pugliesi lindaaaa, mas eu NUNCA vou ter aquela barriga pq o formato dos gominhos da minha barriga é totalmente diferente da dela, mas e aí? A minha tb não é bonita? Devemos levar uma vida saudável sim, mas não nessa loucura q as pessoas estão, até pq se for pra comer 100% saudável não nos socializamos mais, não vamos em festas, restaurantes, bares, lanchonetes com nossos amigos, família.. dai o sentido da vida perde um pouco, não? Acho que tudo deve ser na medida certa, nem passando nem sobrando…
    Adoreiiiii o post!!!
    Beijos

  2. Parabéns pelo post! Está tão bem escrito, que não dá vontade de parar de ler. Me inspirei com as suas palavras.

  3. Nooossa, aplausos e mais aplausos, Nati!!!!!!!! Concordo, concordo e concordo com tudoo!!!!! Sou mttt a favor de um corpo legal, de uma vida saudável… BUT, sem neura, sem piração e sem extremismos!!! Claro queee… confesso que ver vcs, blogueiras do ?, lindas,magras e divas nos leva a tomar vcs como referencial de beleza siiiiiimmm, mas não dá pra querer ser igual… pq NUNCA SEREMOS IGUAIS A VCS!!! Deus fez tudo mttt perfeito, cada ser humano é ÚNICO… Parabéns pelo post e pela forma como o conduziu!!!!
    PS: já tava morrendo de saudade de comentar kkkk apertou o negócio no trabalho e tava só dando uma olhadela, mas diante desse post, não dava pra não parar rsrsrs
    Bjsss, lindaa!!!!

    1. Jennifer sempre querida, é isso aí, somos todos únicos!!! Beijos mil

  4. Amei suas palavras, arrasou!

  5. Nati excelente texto! Concordo que a mídia tem ajudado muitas pessoas a terem uma vida com hábitos + saudáveis, mas as vezes acho que isso se trasnforma uma obcessão. Não acho que se privar de momentos deliciosos ao lado de amigos só pra ter o “corpo dos sonhos” seja a melhor opção. Até porque não acredito que quem faz isso conseguirá a vida toda. O certo é mesmo é ter equilíbrio e viver em harmonia com a seu corpo e com a vida ao seu redor. Por isso que sou sua fã!! Grande beijo.

  6. Parabéns Nati!
    Foi muito bacana isso!!! ;*

  7. Exatamente como penso! Conheço muita gente que praticamente deixa de viver pra ter um corpo “perfeito”, se é que isso existe. Maravilhoso seu post, Nati. Beijos.

  8. Nati! Cada dia admiro mais você!! Parabéns por ser essa pessoa linda por dentro e por fora!! Vc é do tipo de pessoa que eu gosto de ter por perto.. por isso entro todo dia aqui! rs.. Amo seu blog!! Beijoss

  9. Boa, Nati, curti esse post, é bom alguém com voz influenciável explicar que a vida é mais do que apenas ser magra, como se isso fosse um fim em si mesmo.
    Eu acompanho seu blog há anos (mesmo, tipo, quando você postou comemorando que tava noiva hahaha), e realmente você emagreceu um tanto bom, mas sempre deu pra ver que é da sua genética ser magra, porque quando você pesava mais, você não era gorda, era só bem distribuído hahaha
    É bom que as pessoas saibam que é preciso se preocupar com o corpo e saúde, mas não às custas da sua felicidade e de viver um pouquinho também!
    beijo

  10. Muito bom o Post ! Sou contra culto ao corpo, não podemos ser hipócritas e dizer que ter um corpo bonito não é bom, mas ele não é tudo, o principal é ter saúde e equilíbrio!
    bjs
    Rosângela
    http://www.blogeutambemposso.com

  11. Nati,

    Sempre leio teu blog, mas nunca comento. Hoje, porém, senti necessidade de passar aqui e deixar os meus cumprimentos pelo teu excelente texto. Acho muito necessário que pessoas que têm influência na formação de opinião de meninas bem novinhas às vezes, como vocês, blogueiras, façam um papel de conscientizadoras.
    Achei bem importante e sensata a tua manifestação. Ser saudável é necessário, sentir-se bonita é essencial, mas isso não pode virar paranóia. Além do mais, comer é uma das coisas mais prazerosas da vida e quando tu recusa um convite para comer uma pizza com os amigos por questões estéticas, esse cuidado passa a ser excessivo e não saudável.

    Tenho quase a mesma idade que tu, já tive meus momentos de tristeza profunda ao olhar minhas pernas demasiadamente finas e me sentir magra demais. Depois de um tempo, com os 30 batendo na porta, a gente aprende a se aceitar e se sentir bem com o que a natureza nos proporcionou, não é mesmo? Comer bem, praticar exercícios, é necessário, mas apenas tanto quanto aceitar-se. Saber se vestir também ajuda se soubermos valorizar o que temos de melhor e dar uma disfarçada no que achamos serem nossos defeitos!

    Um abraço!

    Keep up the good work!

    Gabi

  12. Nati, eu estava de férias e fikei por um tempo sem comentar aki, mas te acompanhei aki no blog, insta e face. Para este post de hoje eu não sei nem o que comentar! Você é diviníssima e boníssima! Parabéns por ser quem você é! Eu simplesmente amei o post, cada palavra e vírgula! ? Hoje em dia as pessoas estão atrás dakela barriga que algumas famosas postam no instagram, eu com certeza queria ter uma dakela, uma bariga como a sua e taals, e olha que eu não sou gordinha, mas sei que pra chegar no nível “barriga negativa” eu teria que excluir uns prazeres simples que pra mim são essenciais rsrsrrss amoo comer! rsrrs Mas enfim, eu to sem palavras para o seu post de hoje.
    Um feliiz ano novo pra você, sim, em pleno dia 15 pq ainda nao te desejei isso rsrsrsrs Que 2014 seja maravilhoso! Que vc realize os seus sonhos e tenha muuiita sapudee e feliicidade! beijos, te adoro!

  13. UI assunto polêmico mesmo, mas achei o post ótimo! Confesso que tive muito medo quando vi do que se tratava, pensei: “mentira que ela vai fazer a linha faça o que eu digo, não faça o que eu faço, usar expressões como loucas do whey, e agir como se tanto faz o tamanho da nossa silhueta”. Para minha felicidade vc não fez isso, mas sim tocou em um ponto importante: o biotipo de cada um, é preciso amar o seu e se for o seu sonho/objetivo ter o melhor dele. Concordo com vc! Só discordo com o lance da “bitolação”, acho q cada um quer/precisa de alguma coisa, muitas meninas preferem abrir mão dos prazeres da comida (inveja de vcs) por um corpo perfeito, sem celulite, com quantidade “x” de gordura, eu DEFINITIVAMENTE não sou assim, queria ser um pouco pelo menos, estou me esforçando, mas para mim muito ok que outras pessoas sejam, cada um tem um jeito de ser feliz, de acreditar, de ser, e viva as diferenças. Post para pensar. Amei, beijos!

  14. Nati, ameiii tudo o que vc disse! vc é demais!!!! mil beijos

  15. Fico TÃO feliz de ver esse tipo de post em uma era tão superficial que estamos vivendo, principalemente de uma pessoa como VOCÊ nati!!! Que é considerada formadora de opinão e que tambem tem grande visibilidade e poder te atingir muitas pessoas.. e é assim que a gente consegue mudar alguns padroes que essa sociedade conectada ta criando e ditando como o correto. Saude sim é FUNDAMENTAL, mas viver achando que comer uma caixa de ovos por refeição é normal e aceitavel pra ter pernas igual da fulana, barriga da cliclana e assim por diante é o cumulo da bitolação! As pessoas tem que ser felizes com o que tem, se aceitar, se AMAR! e ver voce divulgando e pregando esse amor próprio (nao tenho outra palavra pra descrever, acha que essa engloba tudo que voce disse) é maravilhoso e me da esperança em voltarmos a dar valor as coisas que realmente importam. Ninguem aqui é hipocrita, todo mundo que ser bonita, atraente, se vestir bem, se SENTIR bem! Mas poucas sabem que isso vem de dentro, e voce Nati é o exemplo mais puro disso, quando te encontrei no SPFW esse ano e voce tao simples tao sorridente conversando com todas as leitoras, até tiramos fotos e voce comentou no meu insta quando postei, tive a certeza disso!! o Segredo da suas pernas finas, barriga e corpo maravilhosos é esse, se amar e amar o que voce faz, porque so assim podemos ser a melhor versao de nos mesmas e isso reflete em todas as partes da nossa vida!!!! Parabens mais uma vez!!! Um beijo grande e que Deus continue te iluminando!!

  16. Esqueci de uma coisa.. hahaha tambem tenho um frase que vale a pena compartilhar!!
    “As pessoas satisfeitas apreciam aquelo que tem na vida e não se preocupam em compará-lo com o que os outros possuem. Valorizar o que se tem, em vez de lastimar-se pelo que não se pode ter, leva a uma felicidade maior.”

    Beijo grande!!!!!

  17. Por Ana paula de camargo

    Oi Nati, eu concordo com você em TUDO.
    Um vida saudável é muito legal, te dá mais disposiçào, te deixa mais feliz consigo mesmo, mas tudo com moderação…
    Estou num trabalho de reeducação alimentar e mudança de hábitos há um ano… há uns 4 meses votei para a academia e cheguei lá e falei dos meus objetivos, porém deixei claro que a minha cervejinha eu não abandonaria jamais!
    sou petit como você, 1,63 de altura e 54kg, até entendo que algumas coisas sao mais facies de alcnaçar para mim do que para alguem como uma estrutura completamente diferente, mas eu falo para todas as minhas amigas que almejam as minhas pernocas finas, elas tem que se olhar no espelho e entender o corpo que elas tem e o quanto poderão aprimorá-lo, assim como eu tive que entender o que eu posso conseuir com o meu corpo ou não…
    Estou a caminho das minhas metas, mas entender o meu corpo me ajudou a ser mais feliz e a me vestir melhor.. é incrível como essa midança de habito interfere em tudo na vida!

    beijos

  18. Concordo em numero e grau com você…
    Durante muitos anos sofri com meu corpo e me privava até de ir à praia com as amigas… Mas de um tempo pra cá venho me olhando no espelho e me achando mais bonita e creio que isso é tudo uma questão de auto disciplina… Porque não adianta você ser magra se vc olha no espelho e se acha feia… Acho que um exercício bom é ficar na frente do espelho do jeito que vc se sente mais desconfortável e ao invés de olhar os defeitos, ver as qualidades… Enfim, é tudo uma questão de visão… bejos

  19. Hoje não tem como não comentar aqui: total apoio, cada um é cada um! vc precisa ser melhor que sí mesmo a cada dia, pq ficar focado nos outros… isso gera só angústias.
    eu penso que blogueira, modelos que eu sigo são inspirações! agora querer fazer tudo igual, ser padrão delas é surreal, repito, cada um é cada um! Bjos!

  20. Sou tua fã, Nati! Como você tem uma alma linda! Que Deus continue abençoando sua vida !!!

    Beijos :)

  21. Onde está o botao de curtir? pq curti 1000 vezes esse post. Acho que vc falou tudo! Tentamos ser o que a sociedade nos impoe. Hoje meu namorado diz que estou mais magra e pernas finas… que gostava delas grossa… Realmente gosto delas mais grossas, BUT… temos que nos sentir bem e agradar a nos mesmos. Bora procurar algo que gostamos para alcançar o que queremos, SEM NEURAS! Você é td de bom, Naty! beijos e continue assim, sempre voce!

  22. Ameiiii!!!!

  23. Nati, vc é incrível!
    Parabéns por esse post! De verdade 😉

  24. Nati! Que massa esse teu post!
    Acho que até sei quem é a terceira pessoa, haha uma blogueira que anda com um corpao de dar inveja.. mas é o que tu falou, cada uma tem um biotipo.. eu te acho muiiito linda toda magrinha, mas ja me conformei que não consigo ficar assim.. Tenho 1,78, e estrutura larga, quadril, bunda, tudo grande.. vivo na dieta, pra tentar me manter um minimo aceitavel (pra mim mesma), e achei muito legal seu post! Cada uma tem um corpo, e uma limitação fisica, nunca conseguiremos ser igual a ninguem!
    beijos

    1. Isso mesmo, exatamente… beijos com carinho Barbara

  25. BRAVO! É isso aí Naty! Acho que a saúde deve vir em primeiro lugar! Gente feliz é aquela saudável! Vamos comer bem, sem porqueiras e fazer alguma atividade física! Dança é um bom exercício, por exemplo! bjosss

  26. Adorei o texto! penso exatamente como você! Também sigo algumas musas fitness, pra pegar uma dica ou outra . também sou super magra, biotipo mignon…
    Mas o que vejo hoje em dia é uma bitolação muito grande … meninas viciadas em whey protein e etc… se comem um chocolate já é “jacar”…se privam completamente… Sinceramente? precisam malhar o cérebro…de vez em quando faz bem!

    beijos

  27. Muito bom esse post, Nati! Foi muito importante você ter levantado esse assunto, visto que muitas adolescentes seguem o seu blog e se inspiram em você! Aproveitando o comentário, gostaria de parabenizá-la pelo blog, seus posts são muito bons e eu adoro os seus looks! Beijos

  28. Nati, esse post foi ótimo para algumas pessoas refletirem!!! Acho muito bacana você usar a sua influência para coisas que realmente são importantes!

  29. PERFEITO! Falou tudo, Naty!

  30. Obrigado Nati, por falar tudo que eu queria ouvir! Foi o melhor texto “caiam na real” que eu já li. Vejo amigas minhas com 1,80 de altura tentando chegar no biotipo da Pugli. Mas ok, cada um é cada um. Concordo em tudo com você! Tenho 1,60 e 58kg, queria estar mais magra, mas emagrecer sempre é difícil. E ao contrário de todas essas pessoas, não vou deixar de tomar um vinho nos finais de semana com meu namorado. Até por que vou viver magra e ao mesmo tempo muito infeliz. A vida é muito mais do que passar 4 horas p/ dia na academia.

    Obrigado mesmo!!!!!!!!!!!!!! ?
    Beijinhos

  31. olá nati,tenho 45anos tenho a mesma altura que a sua,ja pesei 42kg e ficava chorando por ser tão magra;hoje tenho 52kg e estou bem,mesmo com a idade chegando,metabolismo ficando mais lento…..é isso .Acho que falta é cuidar da cabeça,pois nada melhor do que ter uma cabeça em ordem,e o resto se torna somente resto,só assim será feliz.

  32. Não sou de comentar mas não poderia deixar passar esse post batido!
    Concordo em gênero, número e grau.
    Equilibro sim, saúde e bem estar. Paranóia com o corpo e a comparação com o outro não pode ser boa coisa.
    Que bom saber que a minha blogueira preferida pensa assim!

    Sucesso sempre Naty.
    E por mais polêmico que pode parecer, não deixe de registrar o que você pensa! Isso só reforça que você é bem mais que um rosto e um corpitcho bonito.

  33. Nathi, esse seu desabafo foi simplesmente sensacional! Parabéns pela clareza nas palavras e cuidado nas colocações….você é muito querida mesmo, pessoa do bem, que transmite verdade pra nós suas leitoras!
    E eu concordo com tudo o que vc escreveu…inclusive me identifiquei com a “calça de lycra por baixo da calça jeans”. Fiz muito isso na minha adolescência! rssssss
    Um beijo grande

  34. é isso aí! Disse tudo! As pessoas estão cada vez mais bitoladas em relação ao corpo. Inclusive, eu rs… Eu me policio muito para não ficar bitolada demais. Até deixei de seguir alguns ig no insta porque a bitolação alheia estava me poluindo! Concordo plenamente com tudo que você disse! E final de semana eu bebo SIM, como porcaria SIM…e to nem aí! Sou tão regrada na alimentação…poxa, posso me dar ao luxo de ser feliz aos finais de semana! Equilíbrio é tudo! Arrasou Naty! É bom trazer o tema para debate pois garanto que existem muitas pessoas bitoladas por aí, sem nem perceber! Beijão!

  35. Adoooorei o que você disse, vejo muitos instagram fitness e acho os corpos lindos, mas malho e falo pra todo mundo eu malho pra poder comer o que quero e amo chocolate.
    Beiiijo

  36. Nati, lindona! ainda bem que alguém com alguma influência teve coragem de tocar nesse assunto. Não aguento ver essas musas fitness malhando de domingo a domingo, indo para St. Maarten e fazendo super para não comer croassant no café da manhã, tomando proteina como se não houvesse amanha (bye bye rins daqui 10 anos) e todo mundo achando que isso é saudável e normal!! aloooooouuu?!??!

  37. Um blog que vale a pena ler!!! Adorei o post!

  38. Concordo com o que vc escreveu, mas venhamos e convenhamos: o mundo parece privilegiar os mais magros! Por exemplo, faz poucos anos que as lojas fazem roupas legais para pessoas maiores. Antigamente era tudo antiquado, quadradão e sem forma. Acho que isso, além da discriminação que existe até hoje, contribuem para que as pessoas que estão (ou acham que estão) fora do padrão se sintam excluídas, sigam esses blogs de dieta e malhação como se fosse uma meta única de vida a perda de peso, ficar malhado, ter a barriga tanquinho ou negativa…

  39. Nati, adorei e concordo com o que você disse. Temos que procurar evoluir, ser o melhor que nós podemos, aperfeiçoar o que nos foi dado por Deus e valorizar isso tudo. E, equilibrio pra cuidar do corpo e mente,.

    Também sou sagitariana (me acho parecida com você no jeito, até no fato de ser petit do petit- ou melhor, mignon. Hahaha) , acompanho o blog a uns bons anos e queria te parabenizar por ser tão bacana, pé no chão, gente como a gente, sabe? Simpatizo com você sem te conhecer pessolmente! Não vejo a hora de ter mais algum encontrinho em São Paulo pra te conhecer e “fofocar”!

    Beijos

    1. Vamos sim, te espero no próximo hein

  40. Oi natti! Adorei o seu post. Sou nutricionista e sempre vi ‘loucuras’ desse tipo, mas acho que a internet está ‘pirando’ mais as pessoas. Várias blogueiras de moda já fizeram muita menina ficar triste, ou ‘se matar’ para ter a bolsa do momento, ou se sentir um lixo porque não é igual a fulana tal. Agora parece que é a vez do fitness, e isso me preocupa muito. Estamos falando de saúde, e saúde é muito sério. Talvez, para quem ainda é nova, nunca teve nenhum problema de saúde próximo (familiares, amigos) ou não está do lado de cá da mesa, com o jaleco branco, não tenha noção do TANTO que saúde é importante. E não falo só de corpo, falo de cabeça. De pessoas que sentam na minha frente todos os dias e comem pois estão deprimidas, e por isso engordam. Pessoas que tem a comida como desabafo, prêmio. E comida não é isso, comida é saúde, é vida. É algo que fazemos desde que nascemos. Enfim, concordo que alguns instagrans (existe esse plural? hehe) possam ser divertidos, e quem tem uma cabeça boa pode até pegar a parte positiva (ir malhar, não ficar desanimada, como você mesma disse). Mas tem o lado negativa, que é influenciar milhares de pessoas que não precisam ver mais uma bunda dura, um projeto para ser melhor que a Sabrina Sato… algumas dizem que isso tudo é uma brincadeira, mas para mim elas não sabem o que estão dizendo. Tirando a publicidade (muitas vezes velada) de diversos produtos que se julgam saudáveis. Ou seja, cadê o próposito de ‘fazer bem as pessoas’? Não é todo mundo que interpreta dessa forma, ao contrário: são meninas que se culpam o dia inteiro por comer pão de sal ao invés da tapioca, que tomam tubos de suplemento ao invés de comer um bom arroz e feijão, que pagam caríssimo em vitaminas ineficientes ao invés de comer uma linda salada. Não vejo ninguém mostrando que dá pra tomar um vinhozinho no fim de semana, comer pipoca no cinema… isso tudo parece que virou um crime. Por isso gostei MUITO do seu post. Sempre falo com todas as minhas pacientes, no blog de nutrição que escrevo: seja o melhor de você mesma, sempre! Não há nada errado querer ficar com um ‘shape’ melhor. Mas não dá pra ser ‘gostosa’ e ter a cabeça fraca. É como usar uma roupa chiquérrima mas não ser educada com as pessoas, não ser você: fica cafona, fica feio, fica brega (por isso acho suas produções fofas e gosto do seu blog, inclusive! ). É legal não querer ter celulite? Super legal, eu também não quero. Mas quando chega o fim de semana e quero tomar aquele chopp gelado, que vai me deixar muito feliz … ah, isso sim é legal!

    Parabéns pelo post e continue divulgando essa mensagem. Nós nutricionistas ficamos feliz com esse tipo de recado que você dá :)

    Beijos,

    Marina

    1. Fiquei muito feliz com seu comentário, está certíssima!! Mil beijos com carinho

  41. perfeito o texto Nati
    adorei….

    caraca tem gente ficando bitolada mesmo, complicado
    bjos
    kammy
    Comer, Blogar, Amar

  42. Esse post foi pra mim…estou com problema sério..,me comparo com amigas estilo panicats e me sinto magra demais, feia …autoestima lá embaixo :(

    1. Ah não, pó parar!!!!!!!
      Primeiro que Panicat não tá com nada ahahahaah, não é elegante, só fica linda de biquini, quando coloca roupa fica meio vulgarzinha, certo? Segundo que temos que nos aceitar e nos amar da forma que somos, viu!! Não quero mais esse pensamento, hein… beijos com carinho

    2. tb queria ser panicat rrsrs

    3. ah nati, aí tenho que discordar de vc! =/
      pq e as meninas que sao naturalmente gostosonas como as panicats? ou que gostam de ficar assim? pq nao são elegantes? só as magras sao? é meio contraditorio o discurso de se aceitar, mas ao mesmo tempo falar que eleas nao tão com nada… até pq isso de modinha de corpo é bobagem, uma hora é magrela d etudo, outra é magra marombada tipo pugliese, outra gostosa natural, outra panicat… nao podemos ceder a modismos de que esse corpo ou aquele tá com nada!
      senao é contraditorio, temos que nos aceitar contanto que nao sejamos gostosonas?

      e vulgarzinha tb é bobagem, vulgaridade tá nas atitudes, nao no corpo.

      eu particularmente nao tenho como corpo ideal nem panicat nem magricelinhas, acho mulherao como debora nascimento, monica belucci, ju paes, penelope cruz, as mais lindas. gostosas sem maromba, bunda, peito, coxa, mas nem por isso acho que magras e marombadas sao vulgares, ou feias, ou fora de moda. acho que isso sim é entender que cada um tem um gosto, mas sem necessidade de dizer que aquele que nao é o seu é menos bonito, mais vulgar, ou oq for, certo?

      desculpa falar demais, gosto mto de vc, mas assim como essa menina do post tems eus complexos, até as gostosoonas tb tem.

      gosto mtoo de vc e teu blog, só discordo desse ponto de vista tá?

      bjoss e sucesso

      1. claro, mas acho que sinceramente você não entendeu o que eu quis dizer então… pq eu não disse isso que falou ahahaha, nem perto disso

  43. Pra mim esse foi o melhor post do blog que eu já li. E eu concordo com cada palavra que vc escreveu, Nati! O que falta para muitas pessoas é equilíbrio e amor próprio, só isso ????????

  44. Realmente, isso é muito pequeno… Imagina eu, que já passei dos 30, trabalho 12hs por dia e sou casada, querer ter o corpo de uma Angel, que vive em função do seu corpo, pois este é o trabalho dela?
    Pois é! Também acho que equilíbrio é a chave, que minha vida social com amigos e marido é mais importante que barriga tanquinho e que cuidar do meu corpo passa pela saúde física e também mental, de me manter no manequim 38 que é o MEU ideal. Adorei o post!
    Beijos, Pá.
    @papalombo
    http://fashionandotherthings.com

  45. Amei o ‘Papo com Nati’! Vc é demais! <3

  46. Adoro cada vez mais seu blog, sabia?! É de uma leveza a maneira que você escreve aqui, que acaba se confundindo com uma conversa e não “leitura no computador” (até acho que o Glam merecia estar entre os 10 do mundo, e não em 75°)… Agora, falando sobre o tema em si, caramba, o texto que você escreveu traduz o que muuuuuita mulher por aí, inclusive eu, pensa a respeito dessa situação. As pessoas perderam a noção do que é ter saúde, ser feliz, mas tudo isso de maneira leve, sem a pressão que a sociedade está fazendo. A cada foto publicada no Insta, Facebook e seja lá o que for, surge mais um/uma que acaba se rendendo a esse estilo, não é mesmo?
    Você está de parabéns por ter postado isso! Espero que suas leitoras leiam, parem e pensem a respeito, pois esse texto realmente faz parar pra pensar e pesar o que importa de verdade na vida da gente. Acho muito bom o blog ter mais assuntos que escapam de moda, sabe? Isso sem dúvida, só acrescenta aqui, Nati. Continue assim.

    1. Que bom Vanessa, fico muito feliz!!!

  47. OIii Nati, amei o post e a forma como voce tratou esse assunto, vc realmente parou com o anticoncepcional? Também sinto que ganhei peso após iniciar o uso desse medicamento mas não vejo outra alternativa viável que não acarrete esses efeitos, qual sua sugestão? Beeijo.

    1. Ahahaha eu parei mesmo, viu…

    2. Desculpa de verdade me meter na pergunta que não foi para mim, só queria dizer que eu quando comecei a usar anticoncepcional sofri muito, engordei muito de peso…e depois de 1 ano decidi parar e pedi outro para minha médica. Agora o que eu uso me ajuda a me manter no peso, muito bom! Quem sabe não seria essa uma boa alternativa: trocar?

  48. Naty, parabéns pelo post. É isso que te torna mais linda…ser o que vc é. Viver a vida…Acho que devemos nos preocupar com a saúde, mental e física, o corpo é uma consequência disso.

  49. Nossa sua declaração foi muto bem colocada e assino embaixo!!!
    Temos que dar valor ao que somos!!!!
    Parabéns Nati por dividir isso com suas leitoras e passar para essa menina tão nova conceitos importantes que ela levará para sempre!!!

    Beijosss

  50. Nossa Nati, amei suas palavras, eu sempre briguei demais com meu peso, tenho 1,50 de altura, tenho ossatura larga, sempre pratiquei esportes, ´já fui bem magrinha mas nunca consegui a tão almejada barriga negativa, não faz parte do meu biotipo, não tem jeito, teria que sofrer demais, deixar de viver, de confraternizar, de comer coisas que amo e já só como de vez em quando, pra tentar algo que não é meu, isso não é pra mim, definitivamente. Sigo as blogueiras fitness também pois elas me encorajam a melhorar quem eu sou como você disse. Suas palavras foram muito sábias, PARABÉNSSSSSSSSSSSS, AMEEEEEEIIIIIIII!!! Bjosss

  51. É isso Nati! Acho bacana demais acabarmos com esse mito de que só seremos felizes com um corpo sarado. A vida é mais que isso, né! O objetivo deve ser sempre saúde. Beijão e parabéns!

  52. Olha.. eu amaria ter a barriga da Gisele e o bumbum da Iza Goulart, mas amo tanto mais a maionese do Fifties que vou comer com o meu namorado. E ele me ama assim, barrigudinha e com celulite mesmo!

  53. Aiii pra mim que vivo em dieta!! Amei suas palavras Nati, “foco” sim, no que quero pra mim mesma, não só esteticamente quanto pela saúde, o mundo anda muito cheio de fast food né??kkkk Mas tudo isso sem bitolação, não poderia ter falado melhor, afinal ninguém é de ferro!! Beijão flor, tudo de bom e que você continue essa pessoa iluminada!;)

  54. Nati eu sempre achei vc super autêntica no meio de todas as blogguetes
    Eu compartilho dessa mesma linha de racionio não qro perder momentos ótimos por estar com a cabeça no mundo Vogue,eu tenho culotes e daii MEU eu tenho pq a minha estrutura é de parideira kkkk zuera aff dane-se essa estética imposta pela sociedade eu qro é ser feliz com saúde isso pode kkkk
    Viva la vie
    Bjoss minha loraa

  55. Adorei o texto; mas acho que cada um é feliz do seu jeito. Eu vou à academia 4 vezes por semana, tomo whey e suplementos prescritos pela nutricionista todo dia e tenho 02 refeições livres por semana( para mim é o suficiente), sou “focada” na dieta e muito criticada pela maioria das pessoas do meu convívio. Mas estou muito feliz em ter voltado a vestir 36 e estar há um ano com a barriga chapada, tendo um filho; aprendi que para haver ganhos, tem que haver perdas, e o importante é cada um pôr na balança e ver o que pesa mais na sua felicidade.

  56. Concordo em tudo contigo! As vezes a gente parece um peixe fora d’água por não pensar de maneira tão retrógrada! Viver querendo ser outra pessoa é viver infeliz! Lógico q e valido ser saudável, mas tudo tem um limite e é muito bom saber que nem todos pensam assim.
    Adoro o seu blog!
    Bjss

  57. AMEI esse post, parabéns! Cada dia te admiro mais Nati, você é incrível!!!

  58. Adorei…precisamos disso mesmo!!!Sempre defendo no meu blog a busca pelo MEU ideal..e que cada um deve buscar o seu…já quis ter o ideal de outras pessoas…mas hoje conheço o meu corpo e sei até onde posso chegar!!!Compartilhei seu post na minha fanpage!!!!Bjão

  59. Nati! Esse post foi a coisa mais linda do mundo, sério! rs
    Em maio do ano passado eu me olhei no espelho e percebi que não estava feliz com meu corpo… Tudo o que eu colocava ficava horrível, eu tinha horror em sair de casa (eu pesava 63kg, com 1.58). Já havia tentado 1 milhão de dietas malucas e elas sempre me davam aquele balão… Emagrecia 4 kg em 2 semanas, e quase engordava 6 kg nas próximas semanas. Era muito sofrimento pra mim.
    Até que um dia comecei a ler sobre dietas e decidi dar uma chance para a reeducação alimentar. Fui em uma nutricionista daqui da minha cidade, decidida de que chegaria ao peso que para mim era o ideal. De lá pra cá consegui emagrecer 9 kg e estacionei ai. Não cheguei nos tão sonhados 50 kg, mas hoje eu estou feliz com os meus 54 kg. O melhor de tudo é que aprendi a comer melhor, mas sem ser bitolada (sofri sim nas primeiras semanas, isso não tem como negar). E melhor ainda é o fato de poder sair para comer aos finais de semana e não precisar (e nem querer) dizer não à uma sobremesa maravilhosa.
    Como psicóloga, só me resta te dar os parabéns, e dizer que é de pessoas assim, que o mundo de hoje precisa!
    Mais e mais sucesso, Nati!
    Um beijão =*

    1. Que bom Xará, fico feliz com seu comentário, é exatamente isso que eu quis passar, devemos tentar ser melhor sempre, porém o melhor que possamos ser, certo?
      beiijos com carinho

  60. Já acompanho o glam faz tempo, e não sou de comentar sempre, mas esse post de hoje, me fez sentir ” obrigação” de vir aqui te dar PARABÉNS!!! sábias palavras Nati. Sou muito vaidosa e já tive minhas neuras também, mas com o tempo a gente vai percebendo que tudo em demasia atrapalha a vida. Beijos!!!

  61. Onde eu assino?

  62. bom, é por isso que eu te acho a melhor blogueira ever!!!!
    simples assim :)
    Mil Beijos e um 2014 iluminado para você!!!
    Amanda

  63. Nati, adoro sua essencia tão leve e transparente de se ver… Minha blogueira preferida, conteudo no closet e PRINCIPALMENTE na cabeça e coração =)

  64. Nati, parabéns pelo post!! O anticoncepcional que vc usava era Implanon? Pq se for eu uso a 9 anos e me dei super bem!! Beijão

    1. Isso mesmo, me fez tão mal, em vários sentidos. Mas é de corpo pra corpo né?

  65. Arrasou Nati!!!
    falou o que muita gente pensa e não tem coragem de falar com medo das represálias !
    Vc é linda , sempre te vejo no Nucleo k… e continue assim! sendo vc mesma, sem ser Maria vai com as outras como muitas que vemos por ai!

    1. Ah fala comigo da próxima vez, né hehehe beijos mil e obrigada Isa

  66. Muito legal ver uma formadora de opinião para um público tão variado mas com foco em meninas novinhas, fazer um declaração tão pertinente! Mas vc sabe que está na contra mão das grande mídia, que ultimamente vem em peso bombardeando nossa autoestima com modelos cada vez mais magras, com seus photoshops surreais e praticamente nos coagindo a crer que a magreza é o biotipo perfeito e adequado pra ser alguém bonito e bem sucedido! Não é a toa que dentre esse mundo de blogueiras, pra mim, vc é mais pé no chão!! Parabéns por seu pensamento e posicionamento, até pq “glam” mesmo é ser inteligente, autentica e feliz!

  67. Parabéns Nati!
    Texto muito bem escrito e com uma abordagem simples de um assunto que, se não for abordado de forma correta, pode virar quase um problema de saúde pública! Tu, como uma pessoa pública, visualizada por muitas pessoas, ao fazer um post como este, presta um serviço de utilidade. Cada dia mais gosto do teu blog e, principalmente, do teu caráter. Sobre o assunto, hoje tem tanta dieta maluca e blogueiras postando seus corpos perfeitos que muitas pessoas acabam entrando em uma paranoia que pode ter consequências drásticas. Sim! Somos diferentes e temos que buscar o nosso melhor, mas pergunto, como fazer se o que realmente vale na nossa sociedade são padrões estéticos praticamente impossíveis? E quando o nosso melhor não se encontra nos padrões?? Quem está um pouco acima do peso não consegue achar uma roupa bacana. Eu mesma, não me considero uma pessoa gorda, estou acima do meu peso, mas tenho certeza de que muitas pessoas me acham gorda. Uso tamanho 44 e blusas G ou GG e digo, raramente encontro roupas bacanas em lojas normais. E mais, se estivesse usando 42, também teriam várias pessoas que iriam me achar gorda e aí é que acho que pessoas como vocês, blogueiras, poderiam entrar e mostrar que uma pessoa mais fofinha pode ser bonita, estar bem vestida… Que não é necessário usar 38 para estar elegante e, principalmente, e isto você fez neste post, mostrar que uma dieta mais saudável não deve ser seguida para ser ter um corpo perfeito, mas sim, para ter qualidade de vida!
    Mais uma vez, parabéns Nati, continue sendo esta pessoa que és, pois sei que tu não escreve para ganhar ibope, faz pensando no bem estar das pessoas!

    1. tenha certeza disso, viu… e eu faço com todo amor e carinho, fico até com dor de barriga de postar algo tão polêmico pois não é minha intenção. Mas para minha felicidade, tenho as melhores leitoras do mundo, obrigada pelas palavras.
      beijos mil

  68. Adorei o texto, devemos manter a forma mas nunca ficar noiadas para ter um corpo perfeito. Nati você podia colocar fotos do antes e do depois dos seus 58 kg, beijos..

  69. Nati, parabéns pelo texto.. acredito que é bem por aí mesmo! Fiquei mais sua fã, você é gente como a gente. Um beijo

  70. Não sou de comentar nos posts das blogueiras, mas algumas de vocês são tão carismáticas, pé no chão e conscientes que não dá pra não elogiar.
    Acho sensacional quando alguma blogueira mostra que tem o blog não só pra nos inspirar, mas também pra ajudar as suas leitoras. Nos dias de hoje com tanta correria e, com certeza, com tantos emails que você deve receber , parar pra responder uma leitora é algo tão atencioso e que mostra o real sentido de ter um blog. Você tá aqui pra compartilhar momentos da sua vida, seus looks, dicas e tudo mais, mas tem aquelas que só querem mostrar que tem todos os itens de marca no closet e que vivem no luxo. Quando alguém para pra ajudar sua leitora merece muitos parabéns !

  71. Por Ana Paula de A. Galliano Daros

    Nati linda, escreva um livro!!! Vc daria uma excelente escritora. 😉
    E continue sempre humilde assim. Beijos
    Ps: se escrever um best seller, me coloque na dedicatória hahahaha

    1. Ahahahahaha meu sonho, vc acredita?!! beijos com carinho

  72. Nati, é por isso que eu amo seu blog, vou compartilhar … você soube falar com maturidade e muita sabedoria sobre um assunto tão intrigante!

    beijos de quem te admira MUITO querida! <3

  73. Nati, nao sou de comentar por aqui, mas amei seu texto, muito sensato e realista. Cada um tem um corpo e de nada adianta se privar de tudo para ter um corpaço e ser infeliz porque não se consegue curtir nada, beber um vinho e sair pra jantar com o marido….Ja sou sua fa e te acompanho ha muito tempo (e amo a By NV, rs) mas agora sou mais fã ainda!
    Bjss

  74. Por Nathália Ferreira Santa Bárbara

    Nati,
    nunca comentei aqui, mas hoje achei que valia a pena!
    Te sigo no insta, e quando vi que vc começou a postar fotos do tipo #neurafitness, fui logo me desanimando…
    Mas ver que você é tão evoluída e pensa assim sobre esse assunto é ótimo!
    Palmas e parabéns, porque essa bitolação de hoje em dia ninguém merece!

    1. então Xará, eu entendo super o que quis dizer, mas eu tbm gosto de malhar, gosto de comer saudável, eu não gosto é de bitolação. Com nada.
      Eu sou blogueira de moda, e não falo 100% sobre moda, da mesma forma que vou na academia 4 vezes por semana e não posto isso o tempo todo, entende o que quero dizer?
      beijos mil com carinho

  75. Oi Nate, eu adorei o post, e concordo plenamente com vc, cada um tem que aceitar seu corpo como ele é.
    Eu também sempre fui muito magra, e quando eu tinha 12 e 13 às meninas da minha escola, todas já tinham corpo, e os meninos e meninas faziam piada de mim, até chegaram a escrever na parede da sala uma mensagem ofensiva sobre mim. Por esse motivo, dos 12 aos 14 anos eu sofria por ser magra comia mais do que eu aguentava tentando engordar, e não adiantava. Porém quando eu fiz 14 anos, fui para o Colegial e tive que mudar de escola.
    Na minha escola nova, todos me aceitavam, e lá, cada um é de um jeito diferente, então não rola preconceito com ninguém, lá também havia outras meninas magras como eu, e eram consideradas bonitas. Foi então que eu me dei conta de que cada um tem sua beleza, e que temos que nos aceitar do jeito que somos. Hoje eu já vou completar 18 anos, e sinceramente, mesmo que eu pudesse, eu não mudaria meu corpo de jeito nenhum. A única coisa que eu faço hoje em dia e ter uma alimentação mais saudável por que faz bem para mim e para o meu corpo, e é sinal de saúde. Por isso concordo com você, tentar ser quem você não é, é a pior coisa a se fazer.

  76. Excelente post e postura, Nati!
    Mas aproveitando o gancho, tenho uma curiosidade: que método anticoncepcional você utiliza? Por favor, não me entenda mal! Só gostaria de saber mesmo pois estou pensando em abandonar o anticoncepcional via oral e adotar algum outro método, e tenho a curiosidade de saber qual o método utilizado pelas meninas que me inspiram, já que este é um assunto que nunca é abordado por vocês, além do fato de vocês estarem quase sempre impecáveis, e o anticoncepcional via oral, pelo menos em 95% das mulheres que os utilizam, não permite isso!
    Beijo!

    1. Eu estou 100% sem nada agora =)

  77. Parabéns pelo magnifico post!!! Como e bom seguir e admirar uma pessoa linda por dentro e por fora, que demonstra equilíbrio e generosidade!!! Esta incessante busca ao corpo perfeito, so vai levar a frustrações, decepções e falta de aceitação! As vezes penso que as pessoas querem ter corpos perfeitos nao pela saúde, mas para publicar suas fotos no Instagram! Beijo grande e parabéns pena sensatez!!!

  78. Nati que saudade de comentar! A cobertura do teu fim de ano/férias foi muito legal, como sempre tu tão dedicada com tuas leitoras….
    E realmente teu corpo chamou atenção, tu está linda e magra, por isso entendo a menina “encucar” com tua barriga. Amei o post, concordo muito contigo. Tenho tua idade e desde sempre vivo essas neuras, engordei muito com comprimido também; como de tudo, mas depois quero morrer, malho como louca, perco peso, mas a barriga desejada nunca vem….as vezes penso que mulher não tem paz…mas é bem isso, temos que ser felizes dentro dos nossos limites. Bjsss e que esse ano seja maravilhoso para nós!!!

  79. Adorei teu post… e realmente hoje em dia as pessoas estão pecando pelo excesso… não julgo quem malha compulsivamente, pq cada um é dono do seu corpo e eu tmb já tive meus momentos de loucura… mas graças a Deus eu aprendi a dosar e hj sou uma mulher saudável e sem neuras, pq aprendi a me amar como sou e entender que nunca vou chegar a ter um corpo parecido com o teu por exemplo… mesmo tendo 1,59 de altura, se eu pesar 49 kg fico extremamente magra e pareço doente… mas você fica linda… pq nossos biotipos são totalmente diferentes… antes eu tinha dificuldade em entender isso, mas depois dos 30 eu finalmente me aceitei e entendi…

    Tu é linda e obrigada por compartilhar conosco teus momentos de vida, tuas alegrias e tuas tristezas, teu estilo… isso faz de nós amigas, mesmo que nunca na vida venhamos a nos conhecer pessoalmente, mas te considero como uma amiga real.

    Bjokas mil….

    1. é pra isso mesmo que estou aqui e por isso amo tanto o que faço… amo essa “amizade” com vocês, de coração

  80. Começa pela barriga, mas a pressão vai do dedão do pé à cabeça. Há uma exigência sem tamanho para com o corpo da mulher. É por essas e outras que eu acho fantástico projetos que trazem a tona a diversidade das formas do corpo humano, a beleza tal como é ela é. Vou deixar aqui alguns projetos interessantes espalhados por aí:
    Um tumblr simples, porém fantástico: http://barrigapositiva.tumblr.com/
    Um projeto fotográfico belíssimo (contem nudismo): http://catarse.me/pt/apartamento302
    Um trabalho artístico intrigante e provocador: http://obviousmag.org/archives/2012/04/a_grande_muralha_da_vagina.html

    Gostamos de moda, maquiagem, futilidades mas se aceitar e se sentir bem na própria pele é, definitivamente, o melhor “look do dia” que pode existir.

  81. Arrasou, Nati! Parabéns pelo texto. É bom para nós leitoras quando tu fala um pouquinho (ou bastante ??) sobre “assuntos sérios”, assim acabamos te conhecendo melhor! E olha…as fotos enganam super bem, viu? Tu não parece ser tão baixinha nas fotos! Quanto tu mede? Eu chutaria, pelas fotos, quase 1,70! Hahaha! Beijocas, parabéns mais uma
    vez! E sinta-se beeem à vontade para divagar aqui no blog em assuntos que não estejam tão ligados à moda, porque tu manda super bem nos textos e a gente adora ler.

  82. Achei perfeito o seu texto!

  83. Pensei…pensei…pensei e são tantas coisas que eu gostaria de falar que acho que vou falar e falar e não falar coisa nenhuma! Hahahhaa

    Não vamos ser hipócritas de falar que a sociedade não impõe uma ditadura da beleza. Infelizmente ela impõe sim, e as pessoas se sentem obrigadas a seguir o padrão de beleza da moda. O que chega a ser assustador e constrangedor pois a beleza e a magreza da pessoa não fazem o caráter da mesma.

    Eu acho que o mais importante é cada um se aceitar como é. E isto não é tarefa fácil. Eu sempre fui muito magrela. Do tipo que nem anti engorda. Huhu. E demorou muito pra eu me aceitar! E mesmo assim se eu falar que estou 100% feliz , estou mentindo. Mas estou aí! Usando o que mais me valoriza! Indo na academi, etc.

    Um dia eu conheci uma gordinha! E ela se aceitava exatamente como era ela. E pra mim ela tinha o corpo mais perfeito de todos, pois suas atitudes eram provenientes de sua confiança!

    Bom só queria deixar registrado que eu acho muito válido você fazer isto Nati e agradecer por propagar uma opinião muito importante que pode colaborar positivamente na vida de muitas meninas!

    Beijos

  84. Nati, vc é a minha blogueira preferida porque vc é mais gente como a gente (apesar de eu não ser capaz de comprar nem 1/10 das coisas que vc tem, infelizmente).
    Mas o caso é que eu sei exatamente como se vc sentia. Eu sou IGUAL a vc (1,58m e 49kg), tb sofri muito por ser magra demais e até hoje (32 anos) ouço gente me falando que eu sou mto pequena, que bonito é ser panicat. Confesso que isso abalou muito minha auto estima, principalmente pq a maioria das marcas de roupas não fazem PP e quase nada me serve (daí outro pq que eu tb gosto de seguir vc, pq eu vejo se a roupa vai me servir ou não!). Porém descobri que tem gente que tb me acha bonita assim, sendo uma mini pessoa mesmo.
    Acredito em vida equilibrada, como bem 80% do tempo, mas tb como sobremesa e tomo um vinho de vez enquando. Afinal, o importante é ser feliz.
    Parabéns pelo desabafo, vc foi muio sensata! Qualquer dia escreva sobre o consumo e a moda. bjos

    1. Bi, posso falar uma coisa?
      Quando a gente se ama, levanta a cabeça e se acha linda, todos ao nosso redor também acharão… É um poder sem fim essa coisa de auto estima, viu.
      Eu acho horrível panicat, EU acho. Mas sabe, elas empinam tanto a cabeça se achando a última bolacha do pacote que eu até admiro a auto estima delas e começo a pensar de outra forma. Elas estão certas, temos que fazer isso também. Ninguém é mais ou menos do que ninguém.
      Beijos com muito carinho

  85. Muito legal! Adorei e concordo com tudo, principalmente na parte que diz pra cuidarmos de outras partes de nosso corpo, pois ultimamente o culto ao corpo perfeito está tão exagerado que muitos esquecem do interior e só cuidam do corpo físico. Acho que malhar o cerébro e se preocupar em ser uma pessoa melhor pode deixar uma pessoa muito mais bonita do que uma barriga negativa. Beijos e parabéns pelo texto!!

    1. Que bom, Raquel… fico feliz, beijos mil

  86. Naty… é incrível como seus textos são ainda melhores do que as fotos… o conjunto então, nem se fala!!! rs! Parabéns por ser tão gente… tão verdadeira e leal com suas leitoras!! beijinhos com carinho!!!!

    1. Beijos com carinho, Ana Luiza

  87. Eu mesma ja te pedi a receita dessa barriga no face pq realmente vc é privilegiada ,mas sei q faz por merecer…sou mamãe de um baby de 7 meses e meu corpo mudou mto e tenho mto pouco tempo livre pra cuidar do corpo hj em dia,seu post deu uma alegrada no meu dia e motivação e paciência q pra correr atras do corpo q me faz me sentir melhor….além de linda e estilosa,vc é uma pessoa mto sensível ….parabens ,vejo seu blog a 4 anos e vc realmente merece tudo de bom sempre…bjooo

    1. Obrigada Re, mil beijos com carinho

  88. Nati, boa tarde.
    Já faz tempo que te acompanho mas nunca tive coragem de comentar. Tenho 38 anos e já me acho meio tiazinha…..rsrsrs
    A leveza e verdade com que vc trata dos assuntos fazem com que a leitura de seu site seja obrigação diária. De verdade, gosto mesmo.
    E hoje, após ler este post, tão bem escrito, fiquei com vontade de deixar meu comentário, pois me identifiquei muito.
    Também vi este salto de 50 para 58kg. Acho que o stress do trabalho (sou advogada em um órgão público), família para tomar conta entre outros afazeres, fizeram com que me descuidasse. E aquele momento em que vc encontra todas as “tias queridas” que fazem questão de dizer que seu rosto está mais redondinho passou a me incomodar muito.
    Estou de férias (após 7 anos sem saber o que é isso) e decidi começar o ano pensando em mim. Estou fazendo pilates, natação e drenagem, mas sem neura!
    Fiquei sarada em um mês? Não! Mas estou feliz!
    Beijo com muuuuuuuito carinho!

    1. Oi Elisangela, amei seu comentário, obrigada por se abrir tão sincera e delicada, mil beijos com muito carinho

  89. Só depois de ler esse post que me sei conta que sigo o Glam desde o comecinho e vi, pelas fotos, boa partes dessas suas mudanças.
    Vc é linda, seja na fase mais gostosona (pq tava longe de ser gordinha) ou nessa mais magrinha. O importante é não surtar, ser feliz e saudável.
    P.S.: gostava mais da Nati perna grossa hahahah

    1. eu tb rsrs acho tao lindo perna grossa :/

  90. Arrasou, Nati!! Sem mais!!
    Há um tempo atrás entrava diariamente em uns 10 blogs, mas cansei um pouco, sabe? Hoje só entro no teu, que inclusive foi o primeiro que entrei na vida! Gosto muitoo! beijinhos

    1. Beijosss Fer… com carinho

  91. Nati, AMEI seu texto…de coração! Fui uma adolescente gordinha, que sempre praticou esportes e que descontava todas as suas emoções(alegrias, tristezas, ansiedades…) na comida… resultado: sempre estava acima do peso e infeliz. Fiz todas as dietas possíveis…cheguei ao pico da LOUCURA de fazer a ‘dieta do leite’ sendo alérgica à leite. Até que uma grande amiga me disse exatamente a palavra que você citou no texto, ‘EQUILIBRIO’. Optei por uma vida vegetariana, livre de carne, e passei a comer TUDO que eu queria, mas de uma forma controlada e inteligente…Emagreci 20kgs e passei do jeans 48 para o 38. Parei de sonhar com pernas finas das fotos que eu via na internet, de querer ser loira mesmo sabendo que não combina com o meu biótipo etc…Hoje eu ainda tenho pernas grossas e musculosas, seios grandes e bundão, percebi que eu sou ASSIM e me amo dessa forma que sou. Todo biótipo tem suas vantagens e belezas. Cabe à nós descobrirmos isso, nos curtimos, nos encontrar e nos amarmos. Nati, você está de parabéns! Seu corpo é lindo do jeito que é…você já é o melhor que você pode ser! Continue sempre assim! Você tem em mim uma grande fã!

    1. Oi linda, que delícia seu comentário!!!
      Sabe de uma coisa, toda mulher fica ainda mais linda quando se ama, se aceita e sua auto estima está alta. Não precisamos ser Giseles, só precisamos nos aceitar e sim, ser o nosso melhor. Tanta mulher linda por aí e que não chama atenção, não acha? Auto estima é tudo, se ame e será amada

  92. Parabéns pela iniciativa em comentar um assunto tão polêmico mas extremamente necessário!
    Além de adorar vc e o blog, sou psicóloga e lido e estudo o impacto que a mídia tem no surgimento de transtornos alimentares e distúrbios da imagem corporal. O sofrimento que isso causa nas mulheres e sobretudo adolescentes é algo extremamente real, serio e perigoso!
    Como todas aqui já disseram vcs blogueiras de moda são formadoras de opinião, valores e modelos a serem seguidos. É MUITO importante que esse posicionamento seja escancarado de uma forma tão sincera como vc fez. Da mesma forma q a mídia tem um poder transformador negativo também pode ser utilizada de uma forma positiva, estimulando saúde física e mental!
    Cada um de nós pode e deve fazer sua parte!! Se todos fizéssemos, com ctz não veríamos tanta infelicidade e sofrimento espalhado por ai!
    Parabéns mais uma vez!!

    1. Que bom ler seu comentário, Gabriela. Obrigada você, mil beijos com carinho

  93. Quisera eu ter uma super barriga negativa assim…rs..tá linda!!!

  94. Oie nati, nunca comentei aqui, mas dps de ler isso me resolvi vir aqui conversar…
    tenho 23 anos, sempre fui muito magrinha e motivo de zuação na escola tbm, usei o mesmo truque de usar a legging por baixo da calça jeans hahahah
    Para você ter noção tenho 1,57 e 41 quilos hoje uso 34…já tomei remedio pra engordar e um anti tbm que engordava…mas nada deu resultado até agora…ainda bem pq hoje me sinto feliz…aprendi a me aceitar e ser feliz assim do jeito que sou, acho que me sinto melhor me aceitando, do que ao ver a imagem que eu sempre quis no espelho de gostosona :) pq é meu biotipo, nunca vou chegar acho, hoje não uso mas a legging e uso saia e vestidos numa boa, amo uma bandagem hahaha rs parabens pelo texto…

    1. Isso, o mundo querendo ser mignon e vc querendo engordar haahh. Isso mesmo, temos que nos aceitar como somos, e sabe de uma coisa? Auto estima é tudo, toda mulher fica melhor e mais bonita quando SE acha LINDA!

  95. Nati, estava ontem assistindo o vídeo no yt da Diana Said e ela falou sobre Beleza e Auto-estima. É uma mulher muito sábia, diferenciada mesmo!
    Fiquei feliz de saber que você também pensa assim. Vamos fazer um movimento de mulheres contra essa modinha, que traz mais frustração que alegrias! O vídeo: www . youtube ponto com /watch?v=Us9j5KpsKIM

  96. Eu acho que todas as suas leitoras antigas ficaram de queixo caido de ver uma foto sua de biquini…rs… sim, porque me lembro de vc falando que tinha vergonha.. mas olha.. VC ESTA LINDA DEMAIS e nem adianta NUNCA eu querer ter uma barriga como a sua…rs.. porque nem quando eu tinha 15 anos, sem filhos e magerrima era igual… como vc disse..cada um é cada um e é isso que nos torna UNICOS….
    Hoje depois de um filho, e 32 anos nas costas.. luto para ter a MINHA melhor barriga e não a melhor a barriga do mundo…rs
    PARABENS Nati.. post excelente.. espero que as cabeças de vento se inspirem no texto e não no corpo…rs
    beijao

    1. Que bom que entendeu o que quis dizer, Cy… mil beijos sempre com carinho, querida

  97. Parabéns por este post, Nati!!! É necessário cada vez mais passar esta mensagem. Acho que se estar a cair num extremo, que não é saudável; é demais esta preocupação excessiva com fitness e suplementos e projetos para corpos perfeitos. Também já tive a minha época de dietas malucas e radicais, mas nos dias que correm, dou mais valor à minha saúde, procurando comer de forma saudável e fazendo exercício sem cair em radicalismos. Temos que aprender a aceitar o nosso corpo como ele é. Se o fizermos vamos ser muito mais felizes.

    Bjs
    Lara-Portugal

  98. Nati, nunca comento em nenhum blog, mas acho que você merece meu carinho e elogio. Parabéns pela postura, por responder com carinho e atenção suas leitoras e por parecer ser tão gente quanto todas nós, que acompanhamos seu trabalho. No mundo de hoje – infelizmente – é super difícil encontrar pessoas que nos tratem dessa forma. Muito mais sucesso, prosperidade e saúde na tua vida. Beijo.

  99. nati, qdo li até achei bacana. mas, depois de vc postar uma foto que faz I-lipo. achei meio contraditório. Vc está magérrima como mostra a foto e ainda querer queimar gordurinha q não tem, será q não é vc que não está se olhando e percebendo. Fiquei preocupada contigo, não falei pra te ofender nem te provocar.

    1. Acho que vc então não leu direito ou não entendeu o que eu quis dizer, Ana Paula, uma pena.
      Eu disse para corrermos atrás de sermos sempre melhores, porém não acho certo nos compararmos aos outros. Disse que cada um tem que sempre ir atrás de seu ideal ou sonho, porém o errado é comparar o corpo, é pirar, é bitolar. Eu faço academia, mas também desmarco se precisar sair com amigas, eu faço dieta mas também eu bebo com meu marido e como risoto se quiser, eu faço Ilipo pois eu sei que tem coisas que ainda preciso melhorar, e o que tem de errado e contraditório nisso? Desculpa amor, mas acho que vc não entendeu o meu ponto do texto.

  100. Nat,sempre leio o seu blog ,e sempre te achei uma pessoa maravilhosa,sempre tao simples e humilde, e depois desse post tenho mais certeza ainda sobre isso, maravilhoso,voce esta certissima,te admiro mjuito mais agora ;))

  101. Desde o dia que o post foi ao ar fiquei pensando se daria minha opinião ou não, pois ela será um pouco contraditória e eu não tenho a intenção alguma de me impor aqui, ser mal educada com a opinião da Naty e das leitoras. Mas gente tudo tem que ser bem interpretado pois vejam bem, é muito fácil para uma pessoa que foi muito magra a vida inteira (ok, magras tb sofre, concordo) falar que quem busca um corpo perfeito é bitolada e etc. Gente, só quem é ou foi gordinha sabe o que sentir o peso, cansaço. Só gordinhos sabe o que é fazer edução física na escola e tudo no corpo pular vergonhosamente enquanto todos os amigos olham e zombam da cara! Acho que quem é muito magra e quer ter bunda, peito, coxas isso sim é estético e fútil (com todo respeito). Então não acho justo falar sobre ditadura de beleza enquanto você é a primeira pessoa que olha um gordinho dançando em uma balada e pensa: nossa como essa pessoa é ridícula, ou essa roupa não é para o corpo dela.
    Então não falem de pessoas bitoladas, essa não é a palavra certa, muitas dessas meninas que fazem loucuras só querem se sentir bem, amada e desejada como qualquer outra. Ok, que tem que existir um limite e bom senso ninguém nunca vai ter o corpo de ninguém, contente, como a Naty disse seja o SEU melhor dentro do SEU biótipo e SUA história o que nos faz ser serem humanos lindos é justamente o fato de sermos ÚNICOS em TUDO! Eu concordo que teve haver limite e com o que foi escrito. Mas não acho que não devemos também julgar as ‘musas’ do corpo perfeito, isso é um estilo de vida sim, e é um prazer para pessoa viver desta forma se para você é um ‘sacrifício’ fazer o que elas fazer se ame mais e pronto porque você não faz parte desde grupo mas também não precisa criticar! Ok?
    Volto a falar. Quer buscar o corpo Pugliesi, Falconi, Buffara e outras, isso te faz feliz? Legal! Vai buscar mesmo, com ajuda de pessoas qualificadas para isso e seja feliz. Se você tem vontade mas não tem FORÇA de vontade, isso não é para você, porque não é sacrifico ter a vidas delas e prazeroso, do mesmo jeito que é prazeroso para você comer um Big Mac ou tomar um Milk Shake!
    A verdade é que todos direta ou indiretamente buscar o corpo perfeito, mas pensem que são vocês mesmos quem cobra dos outros um corpo perfeito, ou querem ser melhor que a amiga na praia. Isso é o início dessa tão falada ditadura. O próprio blog indiretamente impõe que a pessoa deve ser daquele jeito, mas porque desperta o desejo no ser humano de ser melhor ou pelo menos igual, porque tendo a bolsa cara que a blogueira usou ela vai arrasar, pq também tem! Gente, eu também sou assim estou falando de NÓS, mas é isso ninguém quer enxergar.
    O mundo é assim porque nós fazermos dele assim, então termino com a boa e velha frase: Quer ver a mudança? Então SEJA a mudaça! Não julguem um gordinho, não se sintam inferior nem superior a ninguém. Cada um sabe a dor e a alegria de ser quem é! Ok?

    Beijos

    1. Acho que vc não entendeu o que eu escrevi… =(

  102. Super concordo. Você está de parabéns.
    Eu estava preocupadissima quando minha irmã de 14 anos entrou para a academia (eu super não apoio, mas meus pais não me escutaram) e começou a querer comer só frango grelhado, brocolis e ovo. Agora ela deu uma melhorada, graças a Deus.
    Vou passar o link desse post para ela.
    Gostei muito mesmo. Parabéns.
    E o segredo é o equilíbrio.

    P.S.: Parei de ser tão crítica na net, várias vezes as pessoas entendiam errado e achavam que eu estava sendo grossa quando o meu objetivo era só mostrar um jeito diferente de pensar. Estou guardando minhas opiniões contrárias e só comentando quando estou afim de elogiar, como é o caso desse comentário. Não que eu não deva, mas é melhor deixar as pessoas serem o que querem ser se não for nada de mais. Infelizmente são poucos os que sabem interpretar uma crítica negativa como produtiva.

    Enfim, parte desse meu jeito Zen é mérito seu, Nati. Muito obrigada.

  103. Nati, é por isso que eu te admiro, e é por isso que esse é o único blog que eu comento! Pq vc é uma pessoa REAL, e faz questão de transmitir isso! É legal saber que nada acontece através de milagre ou magia na sua vida, como algumas blogueiras costumam demonstrar! E concordo em absoluto com este post, não mudaria nada, nem uma palavra! Equilíbrio é tudo, e a Gabi Publiesi, musa do fitness, tb é uma pessoa que sempre prega o equilíbrio! Não dá pra viver de frango com batata doce o resto da vida e se sentir feliz, assim como, não dá pra viver só de Mc. Enfim Nati, vc tem o poder da comunicação em suas mãos, e é bom ver que você está usando-o para o BEM! Beijos

    1. Que bom, Natássia, fico feliz com seu recadinho,viu. Mil beijos com carinho

  104. Parabéns pelo post amiga…. Incrível e super necessário em tempos onde todo mundo quer “ser” o que a maioria das vezes não é… e o pior, é nunca estar feliz com si próprio e sempre achar o outro melhor. Acho super importante a gente cuidar do nosso corpo, pois ele é o nosso templo, mas a cabeça tb não deve ser esquecido. E tudo o que é demais não é legal. Ter objetivos é importante para a gente seguir em frente, mas essa onda e essa nóia não é mesmo algo legal e muito menos saudável.
    U rock, e só quem realmente te conhece de verdade sabe a pessoa incrível e super gente como a gente que vc é. Linda <3

    Lov
    Dani

  105. Nati, já li seu texto várias vezes pensando se dava ou não minha opinião. Li a maioria dos comentários, assim como comentários em post anteriores em que suas leitoras pediam dicas, a receita da perna fina, etc.
    Concordo quando você diz que temos que nos basear sempre naquilo que podemos ser e podemos chegar, e não ficar se baseando num biotipo que nunca chegaremos.
    Porém, pelo que observei em vários comentários, suas leitoras (pelo menos a maioria) estão motivadas com sua perda de peso, de como você mudou seu corpo para melhor e como você fez isso. Tudo bem que você sempre foi magra e isso com certeza te ajudou a chegar no que você é hoje, porém, a maioria de nós quer dicas de como você chegou lá, como você fez para não cair em tentações durante a reeducação alimentar, quanto tempo você demorou para voltar ao peso e tudo isso já que você disse que nunca teve uma alimentação muito correta.
    Queremos dicas de exercícios bons que ajudam a afinar por completo obedecendo o corpo de cada uma, assim como um incentivo a mais.

    Sempre falo que o mais difícil não é quem precisa perder vários quilos, como 30 ou 40kg, mas quem quer perder 5 ou 8 kg, assim como você perdeu, porque esse não é um peso que nos trás muitos riscos de saúde e por isso sempre adiamos para amanhã a dieta e exercícios. Quando um peso muito acima envolve saúde, é mais fácil a pessoa se conscientizar disso e depois que começa a perda de peso, se empolga e não para mais. Mas quando a quantidade de peso a perder é pequena, mais por estética e por auto-estima mesmo, é muito complicado, já que não estamos tão mal assim ne?!

    Não sei se você entende meu ponto de vista, mas foi o que percebi quando você fez esse texto e alguns comentários estavam indo contra. Considero sim, uma bitolação quando em casos exagerados, porém, como você mesma disse, queremos ficar bem com nosso corpo, queremos nos sentir bonitas, destacar o que temos de melhor e sempre estamos em busca de dicas, principalmente quando vemos casos parecidos com os nossos, como vi com você.

    Adoro seu blog cada dia mais e te desejo sucesso sempre.

    Um beijo

  106. Parabéns pelo post e pelas palavras.
    Parabéns! Acho que é isso que muitas meninas precisam ler, ou ouvir de alguém…
    se enganam muito com fotos postadas, esquecem de viver a vida para seguir uma dieta e ter o corpo como “fulana de tal”. Mais uma vez PARABÉNS, primeiro pela sua maturidade em tratar um assunto como esse, e segundo por estar “ajudando” milhares de meninas, que se desesperam atrás do corpo perfeito, com as suas palavras!

  107. Muito bom o texto, Nati!
    As meninas estão precisando ter mais senso crítico, malhar o cérebro.
    Só isso!

  108. Meu Deus!!!
    As mina pira mesmo!!! kkkkk
    ótimo texto!!

  109. Naty. O que dizer diante deste texto? Eu que já era sua fã, agora fiquei mais ainda!! Você sempre me passou a imagem de ser uma pessoa linda por dentro e por fora, batalhadora, humilde,super família e que valoriza as coisas simples da vida. Na verdade, não é só uma imagem não, tenho CERTEZA que você é exatamente assim!!! Por isso, que pra mim, você é a melhor blogueira, pois você é de VERDADE, e mostra isso para suas leitoras! Dá vontade de ser sua amiga rsrsrs! Parabéns pelo texto. Maravilhoso!! Penso exatamente assim!!

    1. Que bom Débora… fico super feliz viu <3

  110. Amei suas palavras Nati! Te admiro!

    http://www.onefashionpint.com

  111. Olá,

    Acompanho o blog há um bom tempo e por diversas razões. Contudo, acredito que este seja o meu primeiro comentário, que faço apenas porque realmente me deliciei com o seu texto. Você é uma pessoa de opinião influencia milhares de jovens e devo dizer que está cumprindo muito bem o seu papel.
    Esse texto é o reflexo de uma mente aberta, consciente de suas limitações e equilibrada. Vivemos em uma realidade exageradamente voltada para o culto ao corpo, e confesso que senti pena da leitora que lhe enviou o email e que sofre porque deseja ter uma barriga negativa. Ela realmente precisa compreender o que tem valor na vida e acho que a sua postura, enquanto formadora de opinião, foi muito válida e adequada.
    Há quatro anos emagreci 10 quilos, depois de uma reeducação alimentar, exercício físico e consciência de que é preciso cuidar do corpo se quisermos envelhecer com saúde. Mas não deixo de lado minhas “gordices” preferidas, mas apenas escolho como e quando comê-las.

    Enfim, gostaria apenas de lhe parabenizar pelo texto, pela atitude e por que não pelo corpo lindo que você tem, pois tenho certeza que o seu físico é o reflexo de uma pessoa feliz consigo mesma!

    abraços

    1. Oi Lorena, muito feliz com seu texto viu. Obrigada de coração, que bom que entendeu bem o que eu quis passar… beijos com carinho e seja sempre bem vinda

  112. Por Gisele do Loja de Biquini

    Lindo o biquini, de que marca que é?
    Adorei a conversa sobre saude e beleza, sao duas coisas que tem que andar juntas !

  113. Simplesmente PERFEITO esse post! Obrigada por ser tão sensata… te adoro! Bjao

  114. Nati, acompanho o blog há um tempo. Comentei poucas vezes, mas esse seu post merece no mínimo um parabéns! Parabéns pela atitude sensata, pelo pensamento saudável, mas não bitolado, como vc mesma disse. Parabéns por ajudar uma jovem que poderia estar caminhando para um distúrbio alimentar como anorexia ou bulimia. É incrível como nos dias de hoje as pessoas valorizam mais o ter do que o ser. Digo o ser mesmo, ser gordinha, ou madrinha, alta ou baixa… A gente precisa se amar mais do jeito que somos. Não falo que devemos aceitar e não lutar por uma melhora no corpo, na vida profissional, no amor. De jeito nenhum. Mas precisamos conhecer os nossos limites. Ter equilíbrio na vida e auto-estima. Vamos nos amar mais, pessoal. beijo p vc, sua linda!

  115. não tem nada mais lindo que mulher gostosa, sério, prova disso é que mulher parece se incomodar mto com isso. ficam aí emagrecendo que nem insanas, mas PRECISAM dizer que as gostosas sao horriveis, gordas, vivem se incomodando. querendo ou nao, mulheres curvilineas sao atemporais, tipo marilyn monroe, ava gardner, rita hayworth, sophia loren, monica beluci, scarlet johanson, sao sempre essas mulheres consideradas o modelo de beleza e sex appeal. enquanto as wheys da vida, é só mais uma modinha, do mesmo jeito que ontem foi as bem magricelas.
    isso é oq EU acho, assim como a nat acha as panicats horriveis. eu tb nao acho o ideal, pq sao mto musculosas, gostosas naturais sao as mais lindas e classicas, mas no fundo cada um tem um gosto. só lamento que a mulherada tenha que ficar seguindo modismos hj em dia, achando que o corpo legal é o corpo modinha da vez, destruindo muitas vezes seu biotipo, sua feminilidade, parecendo caveiras, perdendo suas curvas naturalmente femininas, e depois ficam aí, se mordendo de inveja das outras (nunca admitindo claro), sendo que essa foi uma escolha de vcs!!
    olha uma foto da pugliese e procurem monica belucci, por ex… quem é realmente mais bela?